Você acredita que seu sucesso pode ser determinado pelas suas crenças e valores pessoais?

De acordo com Carol S. Dweck, professora de Psicologia na Stanford University, nos Estados Unidos, as suas crenças pessoais têm papel fundamental em determinar se você será bem sucedido naquilo que almeja.

Então, é só ter pensamentos positivos que eu vou alcançar tudo que quero? Calma, não é bem assim. Continue lendo esse artigo para entender melhor!

 

Afinal, o que é mindset?

 

O termo mindset pode ser traduzido como “mentalidade” ou “atitude mental”, mas o conceito se expande para mais do que isso.

Pense sobre sua inteligência, seus talentos, sua personalidade. Essas qualidades são traços fixos que estão com você desde sempre ou foram adquiridos e desenvolvidos ao longo de sua vida?

Em sua publicação, “Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso”, Dweck defende a tese de que existem dois tipos de mindset: o fixo e o de crescimento.

 

Mindset fixo

 

Essas pessoas acreditam que suas qualidades como inteligência e talentos são de nascença, fixas e imutáveis.

Como exemplo, se apresentarmos um problema difícil de resolver para um grupo de crianças com mentalidade fixa, elas acreditam que não podem fazer nada sobre, uma vez que a solução do problema depende de habilidades acima de suas capacidades.

 

Mindset de crescimento

 

Por outro lado, existem as pessoas com a mentalidade de crescimento ou progressiva.

Essas pessoas acreditam que é possível desenvolver e melhorar suas qualidades e talentos através de comprometimento e trabalho duro.

Vamos voltar ao exemplo das crianças. Agora, no entanto, apresentamos o problema para um grupo com mindset de crescimento.

Elas vão encarar o problema como um desafio e uma forma de aprendizado, já que acreditam que as habilidades necessárias para resolver o problema podem ser desenvolvidas.

 

A importância do mindset

 

É importante ressaltar que a diferença entre mindset fixo ou de crescimento não é apenas ser otimista ou pessimista.

A sua mentalidade tem um papel fundamental na forma com que você encara os problemas que encontra ao longo da vida.

Ao buscar um emprego, por exemplo, uma pessoa com mindset de crescimento tende a desenvolver maior resiliência, isto é, ela tende a ter perseverança mesmo após sofrer um contratempo.

Por outro lado, alguém com mentalidade fixa tem maior tendência a desistir no primeiro obstáculo que encontrar.

Além disso, mindset é crucial para fomentar o desejo de se empenhar e aprender coisas novas, de aceitar desafios e crescer como pessoa.

Quando pessoas com mentalidade progressiva tentam e falham, elas não veem como um fracasso e não se desapontam por isso. Na verdade, enxergam como uma experiência de aprendizado que pode se transformar em mudança.

 

Como um mindset é formado?

 

Em seu estudo sobre mindset, Dweck sugere que as experiências vividas por uma pessoa na sua infância, seja na escola ou em casa, influenciam no modo com que ela encara a vida.

 

Mindset Fixo

 

  • Crianças que são ensinadas a parecerem espertas em vez de gostar de estudar tendem a desenvolver uma mentalidade fixa;

  • Pessoas com medo de serem julgadas e que têm receio de não alcançar as expectativas.

 

Mindset de crescimento

 

  • Crianças que são ensinadas a explorar, acatar novas experiências e aproveitar desafios são mais suscetíveis a ter uma mentalidade de crescimento;

  • Não encaram erros como fracassos, mas como uma oportunidade de desenvolvimento.

 

É preciso destacar que não basta uma mentalidade de crescimento para uma pessoa ser bem sucedida. Nem todo mundo se torna um Einstein ou um Mozart apenas por tentar.

Na verdade, a mentalidade é importante para alcançar o seu potencial.

Quem sabe até onde alguém pode chegar se sua personalidade é de crescimento e ela coloca muito esforço e determinação nos seus objetivos?

 

Como saber o meu mindset?

 

Agora que você já está sabendo tudo sobre essa ferramenta chamada de mindset, deve estar cheio de curiosidade para descobrir qual é o seu.

Para começar, leia as seguintes frases e pense sobre quais você mais concorda:

 

  • (1) As pessoas têm uma determinada inteligência e não existe forma de mudar isso;

  • (2) Independente de quem seja, não há muito o que fazer para melhorar suas habilidades básicas e sua personalidade;

  • (3) As pessoas são capazes de mudar quem elas são;

  • (4) É possível aprender coisas novas e aumentar sua inteligência;

  • (5) As pessoas nascem com os talentos ou não. Não tem como alcançar o talento em áreas como música, artes ou esportes.

  • (6) Estudar, se dedicar e praticar novas habilidades são formas de desenvolver novos talentos e habilidades.

 

Se você tende a concordar com as afirmações 1, 2 e 5, então sua mentalidade tende a ser fixa.

Por outro lado, se você acredita que as frases 3, 4 e 6 estão corretas, você possui uma tendência a ter um mindset de crescimento.

 

É possível mudar meu mindset?

 

Fez o teste acima e descobriu que você possui um mindset fixo? Calma! Não precisa se desesperar!

 

 

Ao contrário do que uma pessoa com mentalidade fixa pode imaginar, é possível SIM mudar seu mindset.

Aqui vão algumas dicas para conseguir isso:

 

1. Aceite que sua atitude mental precisa mudar

 

O primeiro passo que você deve tomar é entender que a mentalidade com a qual você está vivendo não está sendo a melhor.

A boa notícia é que é mais rápido (e barato!) mudar sua mentalidade do que estudar para adquirir uma nova habilidade.

 

2. Identifique seus contra-mindsets

 

Os mindsets são formados por suas experiências e acontecimentos marcantes.

Se essas experiências foram negativas para você, isso pode gerar o que são chamados de “contra-mindsets”, que são pensamentos negativos que surgem na sua cabeça e te atrapalham no dia a dia.

Todos nós convivemos com tais pensamentos, mas quando os identificamos, é possível combatê-los e impedir que tenham tanta influência em nossas vidas.

 

3. Vire a chave

 

Após identificar os pensamentos que te atrapalham, o próximo passo é “virar a chave”, isto é, transformar esses pensamentos negativos em positivos.

Por exemplo, é comum ao olharmos para um espelho notarmos principalmente o que consideramos nossas falhas e pontos negativos.

Ao perceber isso, você deve praticar a ter a reação oposta (virar a chave). Então, você deve se forçar a olhar e comentar seus pontos fortes e se sentir bem na frente do espelho.

 

4. Comece pequeno para terminar grande

 

As grandes mudanças não acontecem de uma hora para outra, elas são o resultado de um conjunto de pequenos passos que são tomados diariamente.

Por isso, é importante traçar pequenas e alcançáveis metas para começar sua mudança e, conforme você vai melhorando e batendo as metas, pode aumentá-las.

Essa melhoria contínua gera um bem-estar e acumula resultados positivos, o que é fundamental para uma mudança de mindset.

 

5. Fique confortável com a falha

 

Por fim, é crucial que você entenda que nenhuma mudança significativa vem sem empenho e muito trabalho duro.

Por isso, é fundamental que você se dê o direito de falhar, pois isso tira a pressão de precisar fazer tudo perfeito em uma primeira tentativa.

Dessa forma, você consegue aprender com as falhas e seu resultado final será ainda melhor.

 

E aí, pronto para aprender mais?

 

Agora que você já está por dentro de tudo sobre mindset, que tal dar uma olhada nessas dicas de livros para desenvolvimento pessoal?

Além disso, você pode realizar o teste de perfil DISC para saber qual é seu estilo profissional e como isso pode influenciar na sua vida. Basta clicar no botão abaixo:

 

 

Não se esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos que também desejam crescer!

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui nos comentários que ficarei feliz em te ajudar!