Como você busca melhorar o seu desempenho nas atividades do dia a dia? Independente da sua resposta, sabemos que é característica da natureza humana se aperfeiçoar continuamente para atingir objetivos cada vez maiores. 

O método ECRS proporciona questionamentos dos processos para que as empresas possam avaliar de maneira sistêmica tudo aquilo que não agrega valor em sua cadeia produtiva e possa ser melhorado.

Focada na otimização de processos, essa ferramenta é bastante enraizada na filosofia Lean e, também, na metodologia WCM

Se você deseja conhecer ferramentas que possam te auxiliar na melhoria contínua, leia este artigo até o final, pois além de te ensinar a usar o método ECRS, vou te dar várias dicas e informações para se tornar um profissional de resultados.

Neste artigo veremos: 

  • O que é ECRS?
  • Como usar o método ECRS?
  • Benefícios do ECRS

O que é ECRS?

ECRS é uma sigla que significa Eliminar, Combinar, Reorganizar e Simplificar. Cada uma dessas palavras tem um peso bastante significativo à respeito dos processos de produção e são utilizadas como uma técnica ou ferramenta para identificar possíveis falhas e desperdícios dentro de uma empresa. 

Quer saber quais são os desperdícios que as organizações devem reduzir? Acesse agora o nosso artigo 8 desperdícios do Lean e saiba como identificá-los. 

Ao analisar os principais problemas, o ECRS serve para questionar as causas básicas dos processos, buscando entender o porquê aquela operação é realizada, e esse questionamento resulta em reflexões muito estratégicas para tornar aquele processo ainda melhor, ou até mesmo, eliminá-los caso perceba que ele não agrega valor algum. 

 

ECRS - Eliminar, Combinar, Reorganizar e Simplificar
 

Mas, vale ressaltar que cada um dos termos da ECRS não precisam ser aplicadas de maneira sequencial como seguem as siglas. Em alguns casos, elas podem até ser desconsiderada. 

Imagine que estamos analisando um processo que não possa ser eliminado, por exemplo a manutenção preventiva das máquinas, uma operação responsável por garantir que  não tenham quebras. Neste caso, a aplicação da ferramenta desconsidera a possibilidade de eliminar a operação, e a aplicação do ECRS pode ser feita para combinar processos, reorganizar a maneira como ela acontece ou simplificá-la.  

Antes de entendermos os benefícios da ECRS e sua aplicação, vou deixar aqui um curso de Introdução ao WCM para que você possa entender toda a estrutura de uma das principais metodologias da melhoria contínua e se certifique na implementação de ferramentas que impulsionam os resultados das empresas.

Curso gratuito de WCM

 

Benefícios do ECRS

Estimular os colaboradores a analisar os processos de forma crítica, passando a eles a responsabilidade da melhoria das situações que eles enfrentam no cotidiano do trabalho, auxilia no desenvolvimento de visão estratégica e autonomia

A ECRS faz parte de um dos passos de implementação do pilar técnico de Manutenção Autônoma da metodologia World Class Manufacturing, muito importante para conduzir práticas que favoreçam a prevenção de riscos e problemas no ciclo operacional. 

A busca pelo aumento da produtividade e redução de custos resulta, principalmente, no crescimento dos lucros da companhia. Além disso, diversos benefícios são proporcionados como veremos a seguir.

 

1. Qualidade dos produtos e serviços

A aplicação do ECRS gera a redução de desperdícios e isso impacta diretamente na redução das quantidades de defeitos, aumentando a qualidade da solução que as empresas oferecem aos clientes. 

 

2. Custos

Se são identificados processos que podem ser reduzidos ou eliminados, além de contribuir para os tempos de processamentos, reduz os custos das operações e também aumenta o lucro das empresas.

 

3. Satisfação do Cliente

Quando a empresa assegura seus fluxos de maneira eficaz, a qualidade dos produtos e serviços aumentam e geram uma maior satisfação, além de ter seus atendimentos e entregas mais rápidos e focados, aumentando a confiabilidade e retenção de clientes. 

 

Com tantos benefícios, vamos logo aprender a como usar esse método, até porque tempo é dinheiro, não é mesmo? 

 

Como usar o método ECRS?

Conforme comentamos no primeiro tópico, o objetivo da ECRS é questionar as causas básicas de funcionamento dos processos, certo? Portanto, alguns passos são sugeridos em nossos cursos de Green e Black Belt, além do curso de fundamentos do WCM. Isso garante uma aplicação mais assertiva. 

O primeiro passo é identificar os processos que apresentam custos maiores, assim, o retorno será mais benéfico para a empresa. Os custos com mão de obra e materiais são bons exemplos de elementos que podem ser questionados. 

Em seguida, é necessário entender o porquê da sua ocorrência (a causa básica). Isso é essencial para que possamos questionar cada um dos termos da ECRS, ou seja, se ele pode ser eliminado, combinado, reorganizado ou simplificado. 

 

1. Eliminar 

Ao analisar um processo de maneira crítica, é possível encontrar fases que podem ser eliminadas sem causar prejuízos para a operação ou para o produto final. Isso não necessariamente é uma regra, mas ao eliminar atividades que não agregam valor, você garante os benefícios que foram explicados no tópico anterior para a empresa.

As vezes, faz sentido para a empresa reduzir suas equipes, pois além de eliminar custos com a mão de obra, as atividades são priorizadas e direcionadas para atingir os objetivos estratégicos da organização.  

Se você estiver considerando eliminar recursos, aconselho que faça um estudo inteligente, considerando dados e simulando cenários para prevenir tomadas de decisões errôneas.

 

2. Combinar 

Quando os processos ou as atividades não podem ser eliminadas, você pode encontrar formas de combinar e aproveitar melhor o tempo de produção, capacidade das operações e até mesmo as competências de cada equipe. 

 

3. Reorganizar

Em alguns casos, as atividades são fundamentais para a produtividade da empresa e não podem ser eliminadas e nem combinadas com outras, então, vale a pena pensar se a sequência ou a maneira como elas estão acontecendo podem ser melhor organizadas. 

Neste momento, os processos são reorganizados com o objetivo de evitar retrabalhos, movimentos desnecessários e desperdícios. 

 

4. Simplificar

Finalmente, o último termo da ferramenta ECRS pode ser aplicado em situações que não possam ter mudanças muito bruscas ou que você não consegue identificar com clareza quais são os problemas. 

Tornar os processos mais simples beneficia na compreensão das atividades e pode resultar na melhoria da qualidade dos produtos ou serviços que estão sendo oferecidos. 

Um exemplo de atividade que auxilia na simplificação do processo é tornar os procedimentos mais visuais.


Preparado para se destacar? 

Agora que você já entende a importância da ECRS para a melhoria contínua e sabe como aplicar, você já pode se destacar colocando seus conhecimentos em prática e trazendo resultados positivos para as empresas.

Essa técnica está intimamente relacionada aos princípios Lean e ajuda as empresas a enfrentarem seus principais desafios de cultura organizacional. 

Se você pensa em ter uma carreira de sucesso oferecendo soluções que possam alavancar os resultados das empresas, você não pode deixar de se aprofundar em uma das principais metodologias da melhoria contínua. 

Portanto, vou deixar aqui um curso de Introdução ao Lean Manufacturing para que você possa aprender de maneira gratuita a como implementar a melhoria contínua nas organizações e garantir a posição dos seus sonhos.


Curso gratuito de Lean Manufacturing
 

Este artigo te ajudou? Então não deixe de compartilhar com seus amigos!

Caso tenha alguma dúvida, deixe seu comentário que irei te responder.