Você com certeza já ouviu falar sobre o Sistema Toyota de Produção, certo? Foi por meio deste sistema que surgiram a filosofia Lean Thinking, a metodologia WCM e diversos conceitos importantes que compõem a melhoria contínua. 

 

Dentre esses conceitos, os 3M’s (Muda, Mura e Muri) são os mais indesejáveis dentro de uma organização e estão intimamente relacionados com os princípios do pensamento enxuto. Estranho, não? Calma que eu explico.

 

Para que as empresas se tornem mais lucrativas é necessário que as falhas e inconsistências na cadeia produtiva sejam tratadas e eliminadas. Garantir que os processos funcionem sem desperdícios, de maneira equilibrada e sem sobrecargas é fundamental para que as organizações tenham vantagens competitivas!

 

Interessado em aumentar a sua lucratividade eliminando Muda, Mura e Muri? Neste artigo você aprenderá:

  • O que são os 3M’s (Muda, Mura e Muri)?
  • Como se dá a combinação dos 3M’s?
  • Importância em identificar e eliminar os 3M’s.
  • Como aplicar a eliminação dos 3Ms?
  • Qual relação dos 3M’s com o Lean?

 

O que são os 3M’s (Muda, Mura e Muri)?

Os 3Ms - Muda, Mura e Muri - são desperdícios e inconsistências que podem ser encontrados dentro de uma organização. Esses termos são tradicionais do idioma japonês e carregam uma representatividade maior do que sua própria tradução no contexto da melhoria contínua

Significado dos 3Ms Muda Mura e Muri

Vamos entender o que cada um desses termos significam e o porquê são tão importantes para que a empresa tenha ganhos em seus processos e lucros. 

1. Muda

O primeiro termo se refere aos desperdícios que são encontrados no processo de produção. Muda é caracterizado pela utilização de recursos que não apresentam retornos para a empresa, isto é, atividades que são executadas e não agregam valor ao cliente final

 

Acesse nosso artigo para conhecer quais são os 8 desperdícios que o Lean Manufacturing combate. 

 

Segundo o Taiichi Ohno, considerado pai do pensamento Lean, os desperdícios representados pelo termo Muda podem ser classificados em 2 tipos:

  • Muda TIPO 1 

Muda do tipo 1 diz respeito as atividades que não agregam valor. Porém, não podem ser eliminadas a curto prazo. 

 

Um exemplo deste tipo de atividade é a inspeção, que é necessária para garantir o controle de qualidade do produto, mas que a médio e longo prazo pode ser automatizada ou até mesmo se tornar desnecessária ao melhorar os processos. 

 

  •  Muda TIPO 2

Já o segundo tipo de Muda, também se refere a atividades que não agregam valor, mas que devem ser eliminadas a curto prazo.

 

Esse tipo de desperdício é encontrado mais facilmente e, na maior parte das vezes, não se tem uma noção dos impactos que ele causa na organização. São exemplos de desperdício do tipo 2 as movimentações desnecessárias, os retrabalhos e até mesmo os estoques intermediários. 

 

2. Mura

O segundo M, conhecido como Mura, consiste na irregularidade dos processos que não são provocados pelo cliente final e sim pela própria produção. Este conceito pode ser encontrado em toda a cadeia produtiva, desde os colaboradores até processos logísticos externos. 

 

Você já deve ter visto os funcionários de uma empresa trabalhar muito em um determinado turno para atender uma demanda e no turno seguinte haver uma calmaria. Se sim, você presenciou o Mura. 

 

Essa inconsistência pode acontecer de duas maneiras: a primeira quando há uma desproporção na distribuição das atividades e, a segunda, quando um mesmo recurso que apresenta níveis de trabalho com intensidades diferentes, momentos de trabalho intenso e momentos ociosos. Por isso, é necessário que essa variabilidade seja reduzida ou mitigada para melhorar a previsibilidade dos resultados.

 

O Mura pode ser evitado ao aplicar o conceito de Just In Time, que prioriza a produção da organização um sistema puxado pelo cliente. Ou seja, através de um método rígido de planejamento e controle da produção, os produtos ou serviços são ofertados no lugar certo, no momento certo e na quantidade certa. 

 

Além disso, ferramentas como o Kanban e Heijunka podem te ajudar a nivelar a produção e padronizar processos. Consequentemente, você será responsável pela eliminação do Mura. 

 

3. Muri

Já o terceiro e último termo, Muri, diz respeito a situações de sobrecarga de qualquer elemento que faça parte da cadeia produtiva, como processos, colaboradores, equipamentos, entre outros. 

 

“O excesso de um grande bem torna-se um mal muito grande” -(Jean-Pierre)

 

Ao exigir que as atividades e projetos sejam realizados com rapidez e atingindo os níveis máximos de capacidades, ou acima do que se considera como saudável para os colaboradores, as chances de gerar impactos negativos aumentam muito mais do que se possam imaginar. 

 

Quando sobrecarregamos o sistema geramos impactos gradativos, como por exemplo o aumento de quebras e falhas, a redução da qualidade das tarefas e, consequentemente do produto, além de problemas de saúde. 

 

Na maior parte das vezes, situações Muri são consequência de desperdícios e irregularidades do sistema, ou, Muda e Mura. Isso significa que Muda, Mura e Muri estão, de certa maneira, muito conectados. 
 

Portanto, vamos entender um pouco como se dá a combinação deles e a importância de se identificar os 3M’s dentro do seu negócio. 

 

Mas antes, vai aqui uma dica para você conhecer a metodologia que implementa o plano de eliminação do Muda, Mura e Muri. Acesse nosso curso gratuito de Introdução ao World Class Manufacturing e garanta um diferencial para crescer na sua carreira: 

Curso gratuito de WCM

Como se dá a combinação dos 3M’s (Muda, Mura e Muri)?

Dentro das organizações, os três termos estão sempre caminhando juntos, pois ao identificar e eliminar um dos 3M’s, você acaba facilitando o processo de eliminação do outro. 

 

Isso acontece porque um problema acarreta em outro, assim como uma solução também pode acarretar em outra. Quando o sistema produtivo apresenta uma irregularidade (mura), as máquinas e trabalhadores ficam sobrecarregados em certos momentos (muri) e, consequentemente, atividades que não agregam valor (muda) são realizadas sem que se perceba. 

 

Diante disso, é necessário combater Muda, Mura e Muri de maneira conjunta e não isoladamente. Primeiramente, você deve garantir as condições básicas do processo de maneira padronizada e com baixa variação, pois dessa forma é possível garantir o controle e evitar qualquer sobrecarga ou desperdícios. 

 

Vamos ver um exemplo prático de como os 3M’s podem ser notados em uma tomada de decisão à nível estratégico. 

Significado dos 3Ms Muda, Mura e Muri
 

Na imagem acima é possível observar os 3M’s acontecendo na prática e de uma maneira bastante simplória. A melhor forma de realizar esse processo e evitar Muda, Mura e Muri é que sejam encaminhados dois caminhões com 3 lotes em cada um. 

 

Importância de identificar e eliminar os 3M’s (Muda, Mura e Muri) 

Como vimos nos tópicos anteriores, os 3M’s são indesejáveis dentro de qualquer organização e devem ser evitados e combatidos para que se tenha sucesso na aplicação de um programa de melhoria. 

 

Pegando um gancho na crise do cenário da saúde, causado pela pandemia do COVID-19, vamos fazer uma analogia para que você possa entender a importância em eliminar essas inconsistências de sua organização. 

 

Pense que cada um dos 3M’s - Muda, Mura e Muri - na verdade sejam três vírus, que combinados invadem o seu corpo e vão se expandindo, tornando você cada vez mais fraco e com diversos sintomas anormais, podendo te levar a morte. Nas organizações, os 3M’s são como esses vírus, que também vão se expandindo e podendo levá-la à falência. 

 

Os 3M’s podem ser encontrados em qualquer tipo de empresa, de qualquer tamanho ou segmento. Além disso, ele pode estar em mais de um setor desde o chão de fabrica à alta gerência. Por isso, é de extrema importância que a organização tenha uma cultura forte de melhoria contínua para diagnosticar e medicar qualquer um desses vírus com antecedência. 

 

Por isso, vou te ensinar como fazer isso da melhor maneira.

 

Como aplicar a eliminação dos 3M’s (Muda, Mura e Muri)?

A aplicação de um plano para identificar e mitigar cada um dos elementos estudados até aqui depende de uma ação coletiva e engajamento de toda a organização, principalmente da alta gerência, que é responsável pela elaboração e condução do plano.  

 

O primeiro passo é realizar um mapeamento de todos os departamentos, considerando os processos, as equipes, as responsabilidades de cada um, os materiais e equipamentos que são utilizados, as máquinas e os recursos financeiros. 

 

Em seguida, você e as equipes deverão encontrar todos os gargalos e inconsistências que podem estar acarretando em falhas e desperdícios. Neste momento, aproveite seu novo conhecimento em Muda, Mura e Muri para encontrar esses elementos em seus processos e assim, separá-los. 

 

Agora que você já sabe quais são seus processos com Muda, Mura e Muri, vou te passar um método de eliminação de cada um deles.

Para eliminar Muda

1. Faça uma filmagem do processo para que possa analisá-lo de forma sistêmica;

2. Estratifique a atividade em micro operações;

3. Divida essas micro operação em NVAA (atividades que não agregam valor) e VAA (atividades que agregam valor);

4. Proponha melhorias para as operações que não agregam valor (NVAA);

5. Implemente uma padronização e difunda para demais áreas.

 

Para eliminar Mura

1. Selecione as operações mais críticas e faça 15 cronometragens por turno;

2. Faça uma investigação da variação de tempo por ciclo, tanto do operador quanto da operação.

3. Filme a operação crítica para fazer uma análise sistemática e compare os diferentes ciclos dos operadores.

4. Proponha melhorias para que diferentes colaboradores realizem a operação no mesmo tempo.

5. Implemente, também, uma padronização com uma SOP, por exemplo. 

 

Para eliminar Muri

Ao aplicar os passos anteriores, provavelmente não terá mais problemas do tipo Muri em seu processo produtivo, mas caso um colaborador esteja com um carregamento em excesso de atividades, você pode aplicar os mesmos passos da Muda e estabelecer melhorias para que o operador não se sobrecarregue nas atividades. Uma sugestão é que os líderes busquem conhecimento sobre ergonomia e aplique melhorias ergonômicas para atividades que podem sobrecarregar os funcionários. 

 

Relação com o pensamento Lean

O Lean Thinking define 8 desperdícios que devem ser eliminados dentro de uma organização, e foi através dessa filosofia que surgiu a definição dos 3M’s e a busca por melhorar os processos continuamente para eliminar Muda, Mura e Muri. 

 

Se você quer se tornar um profissional de sucesso e garantir uma carreira promissora, a dica é que você busque conhecimentos na metodologia Lean e em como implementá-la dentro de uma organização.

 

Para te ajudar nesse processo,inscreva-se abaixo no curso totalmente gratuito de Introdução ao Lean Manufacturing para que você garanta uma vaga em qualquer empresa e ainda tenha muito sucesso em sua carreira!


Curso gratuito de Introdução ao Lean Manufacturing

 

Este artigo te ajudou? Então não deixe de compartilhar com seus colegas. 

Em caso de dúvidas, comente.