O quão eficiente são os processos desenvolvidos na linha de produção da empresa em que você trabalha?

Há muitas paradas para manutenção, por tempo de setup ou por falta de material? O rendimento diário de produção acompanha a meta estabelecida pelas empresas?

Se as respostas para essas questões forem negativas, saiba que o índice OEE dessa planta está baixo.

Mas o que seria OEE? Você já ouviu falar nesse termo, sabe como ele pode ser utilizado?

Neste artigo, eu vou responder a todas essas dúvidas. Você também vai poder acompanhar um exemplo da aplicação deste conceito. Vamos lá?

Para adquirir ainda mais conhecimento sobre conceitos do Lean Manufacturing, como o OEE, não deixe de conferir o nosso Ebook Lean Manufacturing de A a Z! Clique na imagem abaixo e tenha acesso a esse material imperdível!

 

 

O que é OEE? 

 

OEE (Overall Equipment Effectiveness) é um indicador extremamente utilizado em programas de TPM para medir a eficiência global das organizações.

Em português, a sigla OEE significa “eficácia geral da máquina” e é um produto dos indicadores de disponibilidade, performance e qualidade.

O OEE foi desenvolvido pelo Japan Institute of Plant Maintenance e, de acordo com esta instituição, este indicador deve ser capaz de responder a 3 perguntas dentro do meio organizacional:

 

  • Com que frequência os meus equipamentos ficam disponíveis para operação? 

  • O quão rápido estou produzindo? 

  • Quantos produtos foram produzidos e não geraram perdas de produção?

 

Assim, o indicador é definido como a métrica de cada uma das três perguntas:

 

 

Para entender um pouco mais a respeito da aplicação do OEE e como os indicadores que compõem esse conceito funcionam, veja o exemplo abaixo:

Uma indústria manufatureira, que trabalha com 3 turnos distintos (6h - 14h, 14h - 20h e 22h - 06h), possui equipamentos que permanecem ligados durante 24 horas por dia.

Dessa forma, foi feita uma análise de acordo com os 3 indicadores que compõem o OEE. 

 

Disponibilidade 

 

 

A disponibilidade é um indicador que leva em consideração todos os tempos de parada da linha de produção. São eventos que não acontecem diariamente, como paradas para manutenção, períodos em que falta material para a produção, setup e entre outros.  

Considerando que cada turno tem 1 hora separada para as refeições, o tempo padrão de produção total da empresa é de 21 horas por dia.

Contudo, não é sempre que uma máquina funciona durante todas essas horas. Se, em um dia, uma máquina ficar parada por 3 horas por questões como as que foram mencionadas acima, o tempo disponível de produção da mesma será de 18 horas. 

Logo, a sua disponibilidade de trabalho será:

 

 

E, no exemplo em questão:

 

 

Outra forma de calcular a disponibilidade é:

 

Performance

O índice de performance no OEE representa a relação entre a velocidade de produção na linha com a velocidade em que o equipamento foi projetado.

 

 

A máquina não funciona na velocidade ideal quando ocorre falhas por parte da ineficiência dos operadores, falta de treinamento dos funcionários e materiais que não atendem à especificação desejada. 

Esta máquina deveria produzir 1500 peças em 18 horas. Porém, só foram produzidas 1100 peças, o que corresponde a 16 horas de produção líquida, as outras 2 horas foram perdidas em virtude da máquina ter trabalhado abaixo da velocidade ideal. 

Logo o desempenho da máquina foi de:

Qualidade

A qualidade, no OEE, é um indicador que relaciona a quantidade produzida que realmente atende os padrões de qualidade, e pode ser utilizada, com a quantidade produzida total. 

 

 

Das 200 peças produzidas na empresa, 4 foram refugadas e 9 foram retrabalhadas.  

Portanto, essa máquina apresentou uma qualidade de:

 

 

Como calcular o OEE

 

 

O cálculo do OEE não exige contas complexas, basta que seja realizada a multiplicação dos 3 fatores (disponibilidade, performance e qualidade) para o obter o resultado deste indicador.

No exemplo citado acima, por exemplo, o resultado obtido por essa conta foi de 71,43% , ou seja: 

Disponibilidade x Performance x Qualidade = Índice OEE

 

 

A fim de elevar o OEE de uma empresa é necessário que toda a equipe esteja ciente do que está ocorrendo no chão de fábrica e em tempo real.

 

World Class OEE

 

World Class OEE é um indicador utilizado como benchmarking mundial das empresas, ou seja, esse indicador é um índice de referência. 

De acordo com estudos desenvolvidos, a empresa mais eficiente no mundo apresenta índice de 85%, enquanto as demais possuem o OEE de 60%.

Logo, em um mercado extremamente competitivo, essa comparação faz com que as empresas revejam o trabalho que está sendo feito a fim de conquistar os melhores resultados possíveis.

 

OEE: um índice indispensável no mercado competitivo

 

Administrar uma empresa não é tarefa simples, muitas vezes saber onde estão os problemas em uma linha de produção se torna um verdadeiro desafio para os gestores. 

Com a utilização de parâmetros, como o OEE, é possível entender como a eficiência de uma máquina influencia diretamente no processos produtivos.

Logo, não deixe de fazer uso desse indicador na sua empresa. Ao utilizar o OEE, eu tenho certeza que será muito mais simples identificar os problemas de produção e, assim, otimizar a produção da planta onde você trabalha!

 

Saiba mais sobre Lean!

 

“Investir em conhecimento rende sempre os melhores juros” - (Benjamin Franklin) 

Afinal, a qualificação é o melhor meio para quem deseja se destacar no mercado e alcançar grandes resultados! Então, não perca a oportunidade de fazer o curso GRATUITO de Introdução ao Lean Manufacturing disponível em nossa plataforma online.

Neste curso você irá ver mais sobre essa ferramenta e diversas outras irão te auxiliar na análise de dados e tomada de decisão.

Além disso, este curso mostrará tudo sobre o surgimento dessa filosofia que revolucionou o mundo, e também traz as suas principais ferramentas. Não vai perder essa oportunidade, não é? Então corra, clique nesse botão e se inscreva já!