Diferente do Quociente Intelectual (QI), fortemente valorizado em nossa sociedade, o Quociente Emocional (QE) está relacionado com a nossa capacidade de lidar com as mudanças cotidianas e ter controle emocional a respeito das nossas emoções e nossos sentimentos.

Ele é o parâmetro utilizado para medir o nível de inteligência emocional de uma pessoa, assim como o QI é utilizado para medir o nível intelectual.

Quer saber mais sobre o QE? Então, confira o que vamos tratar ao longo deste artigo:

  • O que é quociente emocional?
  • O quociente emocional e a sua relação com a liderança;
  • Como desenvolver o quociente emocional?

E aí? Preparada(o) para aprender sobre esse quociente cada vez mais valorizado pelo mercado de trabalho?

 

O que é quociente emocional?

 

Quociente emocional é a capacidade de identificar e gerenciar as próprias emoções, assim como receber com empatia as emoções dos outros.

Você pode estar com uma leve sensação que já ouviu essa definição por aí.

E isso é possível, visto que o conceito do QE é bem parecido com o do que ele mede, ou seja, a inteligência emocional.

Segundo Daniel Goleman, autor do best seller Inteligência emocional, o QE tem 80% de influência em nosso sucesso e os outros 20% são destinados para o QI. Ou seja, o quociente emocional tem maior impacto em nossa carreira do que as nossas hard skills.

Pensando nisso, separamos para você a nossa Websérie Soft Skills - As habilidades do profissional do futuro.

São cinco episódios repletos de dicas práticas sobre carreira, com a consultora Liliane Luchin, para você desenvolver as suas soft skills e se destacar no mercado de trabalho.

Clique no banner abaixo e comece a assistir a websérie agora mesmo!

Websérie Soft Skills - As habilidades do profissional do futuro

Vamos entender como o QI e o QE se relacionam?

 

A relação entre o QE e o QI

O quociente emocional e o quociente intelectual se complementam. O primeiro está relacionado com a sua capacidade de processar informações e o segundo com a forma com que você controla as suas emoções.

É importante observar que o seu sucesso profissional está diretamente ligado ao seu nível de inteligência emocional. 

O que adianta você resolver problema complexos com facilidade e ser um ótimo profissional em sua área de atuação se não consegue gerir as suas emoções e está à beira de um esgotamento mental?

Desenvolver o QE também é importante para as organizações, visto que ter um quociente emocional maduro é de suma importância para negociações e a comunicação, seja com os seus colaboradores ou com os stakeholders.

 

O quociente emocional e a sua relação com a liderança

 

Um líder bem sucedido é aquele que possui um alto quociente emocional. Isso porque ele consegue compreender os seus liderados e incentivá-los. 

É importante lembrar que as nossas emoções afetam todas as áreas da nossa vida, inclusive a profissional. Quando o nosso nível de inteligência emocional é alto, conseguimos ser mais produtivos, trabalhamos melhor em equipe e desenvolvemos relações interpessoais saudáveis.

Essas são características essenciais para um bom líder, incluindo a autoconsciência, que o ajuda a pensar no coletivo, visando sempre o desenvolvimento da equipe.

Agora que você conhece o quociente emocional e sabe da sua importância, quer saber como desenvolvê-lo?

 

Como desenvolver o quociente emocional?

 

Para desenvolver o seu quociente emocional, é necessário trabalhar os pilares da inteligência emocional

Um desses pilares está relacionado com o relacionamento interpessoal e, para que você desenvolva essa habilidade, separamos o nosso Curso de comunicação Interpessoal e Feedback.

Durante o curso, você aprenderá a identificar oportunidades de melhoria em membros da sua equipe, melhorar o seu próprio desempenho e dos membros de sua equipe, além de outras habilidades essenciais!

Clique no botão abaixo e dê o primeiro passo para aumentar o seu QE!

Curso de Comunicação Interpessoal e Feedback