Você já deve ter encontrado algumas aplicações de blockchain em pesquisas, notícias ou até mesmo em livros de tecnologia.

Os estudos se iniciaram nos anos 90, mas foi com o lançamento da primeira moeda criptografada por Satoshi Nakamoto, o Bitcoin, que ela tornou-se relevante. Desde então, várias outras aplicações do blockchain foram desenvolvidas.

O blockchain é um protocolo de registro distribuído. Vários setores começaram a utilizar essa nova tecnologia em aplicações que vão muito além das transações financeiras iniciais.

Para entender um pouco mais sobre essas aplicações, primeiro devemos relembrar como o blockchain funciona.

 

Como funciona o blockchain?

 

O blockchain funciona por meio de uma cadeia de blocos digitais com o código criptografado que armazenam algum tipo de dado, como por exemplo, transações financeiras, com uma identificação como se fossem uma impressão digital do bloco. Assim que esse bloco for construído e validado pela rede, ele se junta a cadeia.

O próximo bloco da cadeia terá, além das suas próprias informações, a impressão digital do bloco anterior, e assim criará sua própria impressão. Esse encadeamento faz com que as informações sejam descentralizadas e que aumente a segurança dos dados. Na imagem abaixo, podemos ver um resumo desse processo:

Blockchain

A aplicação dessa tecnologia em qualquer modelo de negócio cria uma necessidade de investimento. Há muita empresa criando mudanças sem a devida precaução. Para não fazer nada no ímpeto é essencial desenvolver uma análise de cenários e expansão.

Não sabe como realizar uma?

Nossa planilha GRATUITA de Análise de Cenários e Expansão pode te ajudar nisso, faça o download agora mesmo clicando no botão abaixo e conheça um método rápido e eficaz.

Planilha de Análise de Cenários e Expansão

Agora que você já conhece um pouco de como o blockchain funciona, que tal descobrir sobre suas principais aplicações?

Vamos lá!
 

7 Aplicações do Blockchain

Separamos para você as 7 aplicações principais no mercado e também que têm muito potencial para se tornarem verdadeiras tendências nos próximos anos.

 

1. Moedas digitais

 

A primeira aplicação nós nunca esquecemos!

O surgimento das criptomoedas, pelo lançamento do Bitcoin, sacudiu todo o mercado financeiro. Quem apostou nessa tecnologia, na época, se deu muito bem. Muitas outras moedas digitais surgiram e ainda têm muito potencial para crescer.

A descentralização oriunda da tecnologia blockchain faz com que essas moedas fiquem livres de autoridades regulamentadoras e intermediários para a realização das transações, aumentando a segurança do modelo.

Atualmente, é a aplicação do blockchain mais lembrada e estudada no mundo.

 

2. Sistemas de pagamentos

 

Ainda no mercado financeiro, muitos bancos e instituições como as adquirentes já começaram a introduzir o blockchain. 

Elas estão utilizando a tecnologia como um método para aumentar segurança de suas redes e ampliar a quantidade de transações possíveis de serem processadas e verificadas por segundo. 

Essa aplicação consegue aumentar a velocidade e também segurança das ações dos usuários no mercado de pagamentos, um dos maiores afetados por fraudes.

 

3. Contratos inteligentes

 

O termo contratos inteligentes ou smart contracts, em inglês, foi criado por Nick Szabo, cientista da computação, em 1996. Porém, foi com o surgimento da tecnologia blockchain e de inteligência artificial que esse conceito de contratos desburocratizados, com maior confiabilidade e que se auto executam avançou.

Antes, apenas aplicados como um facilitador das transações das criptomoedas, esses novos modelos evoluíram por meio da rede de blockchain Ethereum. Essa plataforma permite que qualquer pessoa poderá fazer seu próprio modelo de código para ser utilizado nos mais variados tipos de acordos.

É uma das aplicações do blockchain com maior potencial de popularização, visto a infinidade de contratos existentes.

Utilizando o mesmo princípio de processamento de documentos por blockchain dos contratos inteligentes, a área da educação já começou a aplicar essa tecnologia.

 

4. Educação

 

Uma pessoa com uma certa instrução acadêmica acumula durante ao longo da vida muitas certificações, desde o diploma da educação básica até os diplomas universitários.

Atualmente, um problema muito comum e grave são as fraudes decorrentes de falsificações em currículos e até mesmo de exercer a profissão ilegalmente.

Com o blockchain as instituições poderiam disponibilizar as certificações em uma rede blockchain e assim a organização que necessitasse verificar essas credenciais teria o fácil acesso à elas.

 

5. Armazenamento em nuvem

 

Uma das aplicações que será muito utilizadas por empresas do mundo inteiro será o armazenamento em nuvem com blockchain. 

Hoje, muitas organizações utilizam o serviço de grandes empresas como Google e Microsoft. No entanto, além de ser um serviço muito oneroso, as informações sigilosas acabam sendo divulgadas para essas empresas que cuidam desse armazenamento.  

Sem dúvidas, o sistema descentralizado e criptografado do blockchain pode auxiliar no aumento de segurança dos dados. Outro benefício seria que a rede “peer to peer” utilizada pode reduzir os custos se comparado aos servidores centralizados.

 

6. Supply Chain atualizada

 

O mundo globalizado trouxe muitas facilidades em termos de logística. Cada vez mais a indústria e sociedade trabalham com produtos de diversas partes do mundo. Essa tendência tende a aumentar com o avanço tecnológico. 

A aplicação do blockchain na cadeia de suprimentos poderia auxiliar no rastreamento de cada um dos componentes envolvidos na fabricação de algum produto e assim identificar mais facilmente variabilidades no processo.

O avanço da internet da coisas prevê cada vez mais instrumentos automatizados, integrados e tecnológicos. Assim, as ações realizadas por eles devem ser registradas, permitindo a empresa ter um controle maior dos seus processos formadores da sua supply chain.

 

7. Saúde

 

A área da saúde é sem dúvidas um setor que necessita de um rigoroso controle de registros médicos dos pacientes, tanto de medicamentos receitados, quanto de procedimentos realizados. 

Esse registro pode ser baseado em blockchain. Assim teríamos uma ficha médica ao decorrer da vida com a segurança, o sigilo e a confiabilidade que o sistema poderia nos fornecer. 

Além disso, os perfis de saúde dos usuários poderiam ser usados em pesquisas sem que os dados pessoais fossem divulgados, visto que eles seriam criptografados.

 

Que tal dar o próximo passo rumo à inovação?

 

A aplicação da tecnologia blockchain em qualquer organização é uma grande inovação e pode ser um diferencial e tanto para qualquer profissional que consiga aplicar o método de forma criativa e eficaz. Para chegar em soluções assim, é necessário uma base dos conceitos de inovação e métodos que levem a ela.

Nosso Workshop Inovação e Design Thinking é um ótimo passo para você começar a desbravar esse mundo incrível de mudanças e que o mercado tanto necessita.

Clique no banner abaixo e conheça mais sobre o workshop!

Workshop Inovação e Design Thinking