Já imaginou se todas as transações e as regras de uma organização acontecessem de forma automatizada, instantânea e justa? Bem, isso é possível com a Organização Autônoma Descentralizada (DAO).

Essa iniciativa tem como objetivo descentralizar a maneira como organizações de diferentes áreas trabalham para desenvolver produtos ou serviços. Ela utiliza recursos da tecnologia blockchain para cumprir com esse propósito.

Quer saber mais sobre as DAO’s? Então, fique nesse artigo, pois aqui você vai encontrar:

  • O que é DAO?
  • 3 vantagens de uma organização autônoma descentralizada;
  • Como uma DAO funciona?
  • O que é Defi?
  • O que é DeX?
  • Exemplos de organizações descentralizadas.

Preparado para conhecer um pouco mais do mundo cripto? Então, siga a leitura até o final e desvende do que se trata essa tal de organização autônoma descentralizada.

 

O que é DAO?

 

DAO é a sigla para Descentralized Autonomous Organization e significa Organização Autônoma Descentralizada. É um programa de computador que contém regras e instruções estruturadas em um contrato inteligente.

O contrato de uma organização autônoma descentralizada é validado, registrado e protegido dentro de uma blockchain. A blockchain mais relacionada a contratos inteligentes é a Ethereum.

Você entendeu certo. A estrutura desse tipo de organização é um programa de computador com regras e com um sistema de recompensa para os funcionários. Legal, não é?

Já imaginou você criando algo desse tipo? Seria incrível! Não se preocupe se você ainda não sabe programar, pois nós temos um curso de fundamentos essenciais de Python, que vai colocar você no caminho de criar projetos com programação.

Sério! Nesse curso, você aprende noções de lógica para estruturar algoritmos e como desenvolver aplicações em Python para resolver problemas do dia a dia. Gostou? Pois então se aperte no botão abaixo e comece agora!

Curso de fundamentos essenciais para Python

 

Uma iniciativa qualquer é uma DAO quando as decisões que a definem são realizadas de acordo com o consenso de todos os membros. Dessa forma, as ações da organização são visíveis a todos os colaboradores que têm controle sobre o projeto por meio dos contratos inteligentes.

Se ainda não estiver claro, basta imaginar uma empresa que opera com uma governança perfeitamente democrática, na qual não existe a possibilidade de fraude ou adulteração de resultados, por causa dos registros feitos em blockchains.

Quais as vantagens disso para uma empresa? Entenda a seguir. Continue lendo o texto!

 

3 vantagens de uma organização autônoma descentralizada

 

As principais vantagens de uma DAO são:

  • Imutabilidade de contratos;
  • Sem hierarquia;
  • Incentivos na colaboração.

Entenda cada uma dessas vantagens agora.

 

1. Imutabilidade de contratos

 

Nas organizações tradicionais, os contratos são formalizados pela empresa e são validados por algum órgão jurídico.

O ponto negativo é que os contratos tradicionais são muito flexíveis e sujeitos a alterações. Alguma das partes, o empregador ou o empregado, podem ser prejudicados por alguma “brecha” nesses contratos.

Em uma DAO, o contrato inteligente é registrado em uma blockchain e, por isso, é imutável e não ocorre a chance de flexibilizar as ações definidas nele, pois o consenso é feito por todos usuários da cadeia de blocos.

 

2. Sem hierarquia

 

A estrutura organizacional tradicional é conhecida como Top Down, uma abordagem hierárquica na qual poucos agentes tomam decisões dentro da empresa.

Nas organizações descentralizadas, não há hierarquias. Todos os envolvidos em uma DAO podem contribuir para o direcionamento de um projeto.

Organização Top Down versus Organização Descentralizada

3. Incentivos na colaboração

 

Nas organizações descentralizadas, não existe salário. Os colaboradores são recompensados com tokens, de acordo com suas participações na rede.

Pronto, agora que você conheceu o que é uma organização autônoma descentralizada e entendeu quais são as principais vantagens dela, vamos entender como uma DAO funciona conhecendo o ciclo de produto dela!

Vamos lá!

 

Como uma DAO funciona?

 

A DAO tem um sentido mais amplo que uma aplicação de blockchain como serviço e de aplicativos descentralizados, pois engloba a parte mais organizacional do desenvolvimento de produtos ou de serviços com tecnologia blockchain.

O ciclo de vida (ou ciclo de produto) de uma organização autônoma descentralizada funciona da seguinte forma:

  • Proposta: a ideia de um projeto ou de serviço descentralizado é criada por meio de uma proposta. Ela deve conter informações sobre os ativos digitais, detalhes de funcionamento e de objetivos do projeto. Essas informações são registradas em um contrato inteligente.
  • Consenso: usuários da blockchain do contrato podem manifestar interesse na proposta e colaborar. O projeto inicia quando consegue captar uma certa quantidade mínima de envolvidos.
  • Desenvolvimento: o projeto começa a ser desenvolvido e os colaboradores são recompensados com os ativos, de acordo com o especificado no contrato.
  • Implantação: depois de concluído, o projeto (produto ou serviço) pode ser implantado dentro da rede blockchain para ser utilizado por outros usuários

Ciclo de produto de uma organização descentralizada

Depois de criada, a DAO não pertence ao grupo envolvido com o desenvolvimento. Qualquer pessoa jurídica pode participar da organização, basta participar da blockchain na qual a iniciativa foi desenvolvida.

Quer um exemplo?

A Ripple Labs é a empresa que criou a criptomoeda Ripple XRP. O contrato de criação garantiu que 20% do total de XRP emitido é propriedade dos desenvolvedores. Também pelo contrato, os usuários ganham 25 XRP por transação validada.

A Ripple Labs é uma organização autônoma descentralizada, oferecendo serviços financeiros. Esse tipo de organização é chamada de DeFi. No próximo tópico, vamos conhecer os dois principais tipos de DAO’s. Fique ligado no texto!

 

Tipos de DAO’s

 

Você pode criar uma organização autônoma descentralizada para desenvolver qualquer tipo de produto ou serviço. Os tipos de DAO’s mais conhecidos hoje em dia são a DeFi e a DeX.

 

O que é DeFi?

DeFi é a sigla para Decentralized Finance (Finança Descentralizada). DeFi é uma iniciativa para criação de um mercado bancário descentralizado utilizando tecnologia blockchain.

 

O que é DeX?

DeX significa Decentralized Exchange (Corretora Descentralizada) e é mais um movimento de organização autônoma na área de finanças. No caso, uma DeX diz respeito a corretoras de criptomoedas, que são entidades onde é possível comprar, vender e fazer o câmbio entre moedas virtuais e moedas fiduciárias.

Há pouco você leu sobre a Ripple Labs e os tipos de DAO’s. Quer conhecer outras organizações descentralizadas que existem atualmente ou que já existiram? Siga lendo o texto!

 

Exemplos de organizações descentralizadas

 

Os principais exemplos de organizações descentralizadas são Dash, Digix Global, BitShares e a pioneira: The DAO. Vamos conhecer um pouco de cada uma?

 

The DAO

Essa organização foi fundada em março de 2016, arrecadando mais de US$ 150 milhões em fundos por meio de financiamento coletivo. O objetivo dela era criar um modelo para empresas comerciais que quisessem desenvolver negócios descentralizados. 

No entanto, por causa de falhas de segurança, 3 meses mais tarde, sofreu um ataque hacker perdendo em torno de US$ 50 milhões.

Tudo bem, não se assuste! Esse dinheiro foi recuperado por meio de um hard fork, na plataforma Ethereum, e deu certo no final.

Quer dizer, não tão certo, pois a organização The DAO foi dissolvida nas semanas seguintes. No entanto, a experiência com a primeira iniciativa descentralizada foi importante para que as futuras DAO’s caminhassem evitando os erros da primeira.

 

Dash

Mais uma criptomoeda de código fonte aberto, criada em uma rede peer to peer (p2p) criada para realizar pagamentos instantâneos.

Sério! Os pagamentos são em tempo real. A velocidade da transação é de 1 segundo!

 

BitShares

A BitShares é uma DeX. Possui o objetivo de integrar diferentes criptomoedas e o dólar americano em um único ambiente digital para facilitar o câmbio e operações financeiras em diferentes níveis.

 

E depois de tudo isso, uma dica para você

 

Nesse artigo, você conheceu o que é uma organização autônoma descentralizada e como ela funciona. Além disso, viu quais são as vantagens dela e até conheceu alguns exemplos de DAO’s.

Espero que tenha compreendido tudo sobre esse assunto. Falar sobre blockchain e sobre tecnologia é bastante interessante e, se você chegou até aqui, certamente é um aficcionado pela área.

Por isso, para você se engajar ainda mais com tecnologia, vou convidar você a fazer o curso de introdução ao Power BI, o software de análise de negócios da Microsoft.

Nele, você conhecerá a interface do programa, aprenderá a fazer análises em uma organização em diferentes níveis e como utilizar essas análises para tomar decisões.

Com certeza essa é uma habilidade que será útil a você em algum momento da sua vida profissional. O que achou?

Legal, não é? Então clique no botão a seguir, se inscreva e aproveite essa oportunidade incrível!

Curso de introdução ao Power BI