Você já percebeu que o perfil das empresas de sucesso vem mudando ultimamente?

Com certeza você já usou ou pelo menos ouviu falar no Facebook, Netflix ou Uber: empresas do setor de tecnologia, avaliadas em bilhões de dólares, com crescimento rápido e que têm em comum a escalabilidade.

Se você quer saber mais sobre esse conceito que é a base do empreendedorismo atual, continue lendo este artigo que vamos te mostrar o que é e como alcançar a escalabilidade.

 

O que significa ser escalável?

 

 

Um modelo de negócios escalável é aquele que possui a capacidade de aumentar seu faturamento sem precisar elevar proporcionalmente as despesas.

É preciso dizer que um negócio escalável possui alto potencial de crescimento. A escalabilidade é, portanto, um medidor para que se saiba o quão longe uma empresa tem capacidade de ir.

Outro fator importante é que a escalabilidade permite que você saiba se irá recuperar o investimento inicial feito para abrir a empresa.

Além disso, muitos investidores anjo utilizam como parâmetro o quanto uma Startup é escalável antes de fazer algum investimento, pois, dessa forma, aumentam as possibilidades de recuperar seu dinheiro e de ter retorno no futuro.

Algumas Startups utilizam a receita recorrente como uma forma de gerar lucros de maneira mais previsível, cobrando uma mensalidade do cliente. É o caso da Netflix e do Spotify.

Não quer dizer que para uma empresa ser lucrativa é obrigatório que ela seja escalável, mas, para o modelo de empreendedorismo atual, a escalabilidade tem sido cada vez mais valorizada.

 

Quais as características da escalabilidade?

 

Para que uma empresa seja escalável, existem três características básicas:

 

  • Ser ensinável: é um sinal de escalabilidade quando você consegue ensinar o seu processo de produção ou qualquer outro procedimento interno para qualquer funcionário;

 

  • Ser valioso: o valor do seu produto ou serviço está ligado ao quanto você se distingue dos seus concorrentes e ao quão único é o seu conhecimento. E, para isso, é necessário que você se especialize o máximo possível;

 

  • Ser replicável: um modelo fácil de ser replicado em outros ambientes, sem necessidades de modificação, com operação simples e feita sempre da mesma forma.

 

Como criar um negócio escalável

 

Agora, vamos falar sobre como criar um negócio escalável.

 

Tenha um objetivo específico

 

Os negócios escaláveis não são estáticos, pelo contrário: é essencial que estejam sempre se atualizando para acompanhar as necessidades do mercado e a evolução dos modelos de produção.

Mas é importante que se tenha um objetivo bem definido para que não se perca no caminho.

Saiba exatamente onde você quer chegar.

 

Faça testes

 

Antes de colocar seu produto no mercado, faça protótipos e deixe as pessoas experimentarem. Analise a aceitação e faça as melhorias necessárias.

 

Busque inspiração

 

Procure se inspirar em pessoas de sucesso que você admire, pois isso te ajudará a se guiar principalmente nos momentos mais difíceis.

 

Mantenha-se atualizado

 

Nunca se dê por satisfeito com o patamar alcançado, nunca pense que você já sabe o bastante. Esteja sempre estudando, se atualizando e por dentro das novidades do mercado.

Do contrário, é possível que outras pessoas te superem ou que o seu negócio fique obsoleto.

 

Exemplos de negócios escaláveis

 

Franqueamento

 

Você irá expandir o seu negócio em relação ao volume de vendas e ao número de clientes, mas os custos não irão subir, pois os gastos com a manutenção são por conta dos franqueados.

 

Licenciamento do know-how

 

O licenciamento é basicamente quando alguém que detém uma marca, um personagem ou uma propriedade intelectual legalmente protegidos cede seu uso por tempo determinado. E em troca, recebe alguma remuneração.

Isso aumentará o faturamento através dos direitos de uso sem aumentar os gastos.

A diferença básica entre licenciamento e franquia é que na franquia há apoio e diretrizes para a gestão do negócio, enquanto, no licenciamento, quem adquiriu a licença poderá usar a marca associada a seus próprios produtos.

 

Softwares

 

Qualquer empresa de software é escalável, pois, uma vez que o produto é desenvolvido, a empresa pode vendê-lo – e ele não para mais de gerar lucro.

O negócio não possui custos com envio ou transporte, já que tudo é feito de forma digital.

Seguindo essa mesma ideia, temos os E-books, livros online que uma vez criados são vendidos infinitamente sem gerar custos, e Cursos Online.

A Voitto é um exemplo de empresa escalável neste setor.

 

Airbnb

 

Outro exemplo pode ser o Airbnb, uma plataforma na qual pessoas de todos os lugares do mundo oferecem acomodações para alugar a viajantes.

No entanto, o Airbnb não é dono de nenhum imóvel. Não possui gastos com limpeza ou manutenção, apenas lucra com uma taxa que recebe em cada negócio que é fechado através do aplicativo.

 

Uber

 

No caso da Uber, a ideia é a mesma do Airbnb. A empresa não possui carros e nem motoristas contratados, não possui despesas com gasolina, salários, ou manutenção dos automóveis, mas recebe uma taxa em todas as corridas feitas através do aplicativo.

 

Redes sociais

 

As redes sociais, como Instagram e Facebook, também são exemplos de empresas escaláveis. Elas entregam um produto e a quantidade de consumidores pode ser infinita, aumentando seu lucro sem ser preciso aumentar as despesas.

 

E aí, entendeu tudo sobre escalabilidade?

 

Construir um modelo de negócio que possua escalabilidade pode ser o diferencial para que sua empresa consiga gerar lucros extraordinários e se fazer presente no mundo todo.

Como vimos, isso não é fácil: exige criatividade, muito estudo e persistência, mas o retorno sem dúvidas vale muito a pena, pois as maiores empresas da atualidade utilizam este formato.

Espero ter te ajudado a entender o que é escalabilidade e a sua importância no empreendedorismo atual. Não se esqueça de deixar seu feedback nos comentários!

 

Dica Bônus

 

Se você deseja empreender, é importante gerar ações que vão te levar para outro patamar de conhecimento. Então, comece agora a se capacitar com o nosso novo curso de Formação Empreendedora.

Esse treinamento foi estruturado para todas as pessoas que querem abrir seu próprio negócio. Você irá desenvolver comportamentos de sucesso e obter um guia prático para transformar ideias, nos mais diferentes estágios, em negócios reais.