Após todo o planejamento de uma ideia de negócio é hora de lançar seu produto!

Mas qual será a trajetória desse produto no mercado após o seu lançamento? Será que isso é imprevisível?

Tão importante quanto construir uma ideia e estruturar seu negócio, é acompanhar o crescimento e desenvolvimento do seu produto no mercado. Pois isso pode te trazer vantagens competitivas que podem alavancar seu negócio.

Para entender melhor tudo isso, você precisa saber o que é o ciclo de vida do produto. Mas calma, ficou perdido? Leia este artigo, entenda do que estou falando e aprenda a usar isso a favor da sua empresa.

Mas antes dessa leitura, se você planeja lançar um produto, tem que saber controlar as finanças da sua empresa, para crescer de uma maneira sustentável, e, assim, obter lucro sempre! Você já sabe como fazer isso? 

Bem, para te ajudar, temos um curso gratuito de Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira. Indicado para empreendedores que querem gerenciar o próprio negócio.

Vai perder essa oportunidade? Clique no botão abaixo e confira o curso!

O que é o ciclo de vida do produto?

 

O ciclo de vida do produto é um mapeamento temporal do comportamento do seu produto ou serviço em relação ao mercado de atuação, e compreende desde o seu lançamento e crescimento no mercado, passando pelo auge até o seu decaimento.

E sim, todo produto tem seu fim. Mas o importante é saber lidar com isso, aprender com o mercado e investir em melhorias ou novos produtos.

 

Por que preciso conhecer as fases do ciclo de vida do produto?

 

O ciclo de vida do produto pode ser usado como uma ferramenta de gerenciamento de ações para o seu negócio, através do monitoramento do comportamento das vendas do produto ao longo do tempo, aliado com planos de ação. 

As fases são divididas entre o desenvolvimento do produto, que antecede o lançamento, e outras quatro fases após o lançamento, que são: introdução, crescimento, maturidade e declínio.

 

 

Mas o que são essas fases?

É isso que você verá a seguir:

 

1. Desenvolvimento - Fase de pré-lançamento

 

Essa é a fase, do ciclo de vida do produto, de construção da ideia do seu negócio, na qual você desenvolve o seu protótipo ou MVP, conhece o comportamento dos primeiros clientes e refina seu produto para o lançamento.

É uma etapa necessária para que, ao lançar no mercado, ele esteja pronto para o consumidor.

Nessa etapa de pré-lançamento, você tem que saber quais as estratégias de marketing irá usar e o investimento inicial que será gasto.

 

2. Introdução - Fase de conhecimento

 

A fase de introdução é aquela de primeiro contato do seu produto ou serviço com seus clientes.

É a fase do ciclo de vida do produto que exige maior investimento e trabalho com o marketing, porque você precisa fazer, primeiro, que seu público conheça o seu produto. E então, irá começar a realizar as suas primeiras vendas.

Nesta etapa é importante ressaltar que você não deve esperar por um alto faturamento, e provavelmente você não terá lucro. 

 

3. Crescimento - Aceitação do produto

 

É aqui que seu produto começa a ganhar visibilidade e aceitação dos clientes, e seu investimento começa a trazer retornos mais significativos.


Mas não se esqueça de manter os investimentos e o trabalho com o marketing, é isso que fará a manutenção do seu produto no estágio de crescimento.

Sem a estratégia de marketing adequada, seu produto pode ter um reconhecimento inicial nessa fase do ciclo de vida do produto, mas logo ser esquecido e não atingir seu auge.

 

4. Maturação - Estabilidade

 

Seu produto chega no pico! Mas como reconhecer isso? 

Nesse estágio do ciclo de vida do produto, você percebe que já realizou todas as estratégias de crescimento para sua empresa e suas vendas estão estabilizadas.

Esta é sua etapa limite; aqui, provavelmente, você já possui concorrentes fortes, outras empresas que perceberam seu crescimento e também irão atuar no seu ramo de negócios.

Você deve ficar atento às mudanças do mercado, como as tendências tecnológicas, para que seu produto não caia logo e deixe de ser interessante para os seus clientes.

Tente preencher lacunas, aprenda com seus clientes e com os concorrentes para fazer com que essa fase se prolongue.

 

5. Declínio - Todo carnaval tem seu fim

 

A fase de declínio é aquela que nenhum empreendedor quer que aconteça. Mas ela acontece.

Essa fase do ciclo de vida do produto pode indicar que seu produto está obsoleto, ou que seus concorrentes estão te superando.

De qualquer forma, não se apegue, evolua, aprenda com isso e melhore continuamente.

Pode ser a hora de lançar um novo produto, com uma nova perspectiva; isso vai depender da sua observação e do mapeamento do mercado.

 

Estratégias de ação para seu produto

 

Bem, agora que você já está alinhado com cada fase do ciclo de vida do produto, você tem que saber avaliar o seu comportamento, e isto não está ligado a prever quanto tempo seu produto ficará em cada fase, mas em saber quais estratégias adotar.

E como elaborar estratégias de ações para cada fase do ciclo de vida do produto?

Para ajudar nisso, você pode utilizar a matriz BCG, ela é uma matriz que utiliza uma representação gráfica para te guiar quanto às tomadas de ação que você deve realizar de acordo com seus produtos.

Ela identifica seus produtos como base em quatro símbolos:

 

  • Estrela: produtos com alta taxa de crescimento e que precisam de altos investimentos. É recomendável investir nesses produtos;
  • Vaca leiteira: produtos em que todos os investimentos já foram realizados e não possuem mais uma alta taxa de crescimento. É a hora de obter lucro;
  • Interrogação: produtos com baixa participação no mercado, mas que precisam de altos investimentos. Possuem um fluxo de caixa ruim, mas com a estratégia certa podem se tornar estrela; e
  • Abacaxi: produtos com baixo crescimento e investimento, se não for possível melhorá-los devem ser retirados do mercado.

 


 

Para saber mais, você pode ler nosso artigo sobre o que é e como implementar a matriz BCG. Através dele, você vai aprender a desenvolver as estratégias necessárias para cada etapa do ciclo de vida do produto, associando cada fase a um dos símbolos de acordo com o comportamento do produto.

E se você quiser se inspirar, o Facebook é um exemplo de empresa que sabe lidar com o ciclo de vida do produto. Compreendendo o avanço de novas mídias sociais, eles não ficaram atrás e compraram o Instagram e o WhatsApp, mas, claro, também tiveram apostas que não deram certo. 

Você pode conhecer mais sobre essa história através da nossa série como tudo começou sobre o Facebook.

 

Pronto para lançar seu produto?

 

A análise e interpretação de cada fase do ciclo de vida do produto é um ponto-chave para você que quer ser um empreendedor de sucesso, e sempre obter lucro no seu negócio.

Mas, para alcançar esse objetivo, você tem de entender tudo que está por trás da construção de um novo empreendimento, como as questões que envolvem as captações de recursos, melhorias e as definições de diretrizes estratégicas.

Pensando nisso, temos um curso completo de formação empreendedora! Neste curso, você vai aprender tudo que é necessário para abrir um negócio, desde a criação da sua ideia, passando pelo lançamento, até a fase de controle e gerenciamento. 

Pronto para começar? Clique no botão abaixo e acesse o curso!

Mas antes de ir, não se esqueça de deixar um comentário! Seu feedback é muito importante para nós!