Se você acompanha nosso blog, já sabe o que é uma consultoria, por que ser consultor, como precificar uma consultoria, cuidados iniciais em um projeto de consultoria, entre outras coisas a respeito de consultoria, não é mesmo? Certo, mas então quais são as áreas de atuação de um consultor de gestão?

A indústria de consultoria é um dos mais diversos mercados dentro da indústria de serviços profissionais e, como tal, um amplo espectro de tipos de consultores é encontrado na indústria. Além disso, ser um "consultor" não é um título profissional protegido como a maioria das outras profissões e, como tal, qualquer pessoa pode se intitular consultor de gestão, estratégia, operações, finanças, RH ou marketing.

Dadas as áreas generalizadas em que um consultor pode operar e, além disso, a variedade de locais de trabalho que um consultor pode acessar, houve um aumento acentuado no número de consultores independentes nos últimos anos. Após o influxo na indústria, uma definição comum de "consultor" tornou-se mais difícil de alcançar.

Com isso, surge a necessidade de se classificar melhor as áreas de atuação e suas aplicações, para assim obtermos uma correta definição do termo “consultor”. Assim, foram definidas algumas das principais áreas de atuação de um consultor de gestão.

 

Gestão

 

Consultores de gestão, na prática também conhecidos como consultores de negócios ou consultores organizacionais, são consultores que se concentram em todos os tipos de preocupações organizacionais da estratégia para uma variedade de elementos dentro da gestão.

É um termo coletivo usado para todos os serviços que se enquadram em consultoria de estratégia, consultoria de operações e consultoria de RH. Por essa razão, consultores de gestão formam a grande maioria no ramo consultivo - mais da metade de todos os consultores podem ser definidos como consultores de gestão.

Esse é o motivo pelo qual geralmente nos referimos ao consultor como consultor de gestão.

 

Estratégia

 

O termo consultor de estratégia é usado para descrever consultores que operam no mais alto nível do mercado de consultoria, com foco em tópicos estratégicos como estratégia corporativa e organizacional, política econômica, política governamental e estratégia funcional.

Por essa razão, os consultores de estratégia geralmente realizam o trabalho atribuído pelos gerentes de topo, como CEOs, CFOs, diretores e gerentes seniores. Vendo que a natureza da consultoria em estratégia difere das outras áreas mais impulsionadas pela implementação e pelas operações, os consultores de estratégia geralmente têm um perfil diferente de outros consultores.

Seu foco está mais nas habilidades quantitativas / analíticas, e sua descrição do trabalho gira mais em torno de dar conselhos do que supervisionar a implementação.

 

Operações

 

Consultores de operações, como o próprio nome diz, são consultores que ajudam os clientes a melhorar o desempenho de suas operações. As atividades de consultoria nesse segmento variam de serviços de consultoria a suporte prático à implementação, tanto para funções primárias (Vendas, Marketing, Produção, etc.) como funções secundárias (Finanças, RH, Cadeia de Suprimentos, TI, Jurídico, etc.).

Os consultores de operações formam o maior segmento dentro do ramo consultivo, e a maioria dos consultores está ativa em uma das muitas áreas operacionais subjacentes. Como as operações são frequentemente associadas à estratégia e ao lado tecnológico de uma empresa, os consultores de operações ativas trabalham regularmente lado a lado com especialistas desses domínios.

 

Recursos Humanos

 

Consultores de RH ajudam os clientes com questões de capital humano dentro de suas organizações e / ou melhorando o desempenho do departamento de RH. Os principais tópicos centrais da descrição do trabalho dos consultores de RH são, entre outros, mudanças organizacionais, gerenciamento de mudanças, termos de emprego, aprendizado e desenvolvimento, gerenciamento de talentos e aposentadoria.

Consultores de RH também são trazidos por organizações para ajudar a transformar a cultura de negócios dentro de sua organização, ou transformar seu departamento de RH, o que inclui mudanças na área de design organizacional, processos e sistemas, entre outros.

A consultoria de RH forma, juntamente com a consultoria de estratégia, os dois segmentos mais pequenos da indústria de consultoria, e o número de consultores ativos neste domínio é, portanto, inferior aos de outras partes da indústria.

 

Outras áreas de atuação

 

Além dessas áreas principais, existem outras áreas em que o consultor de gestão pode atuar. Essas áreas são:

 

Finanças

 

Os consultores que atuam no segmento de assessoria financeira geralmente trabalham em questões que abordam as capacidades financeiras e, em muitos casos, também as capacidades analíticas dentro de uma organização. Além disso, os perfis de consultores ativos nesses segmentos podem ser muito diferentes, de consultores de fusões e aquisições e de finanças corporativas a consultores de gerenciamento de riscos, impostos, reestruturação ou imobiliário.

Consultores especializados em pesquisa forense e suporte a reclamações também se enquadram no segmento de Assessoria Financeira. A maioria dos consultores financeiros trabalha para as grandes empresas combinadas de contabilidade e consultoria, ou para escritórios de consultoria de nicho.

 

Marketing

 

O trabalho do consultor de marketing é focar em desenvolver estratégias para promover, vender e distribuir bens e serviços com sucesso para o público-alvo. Em maior escala, o marketing serve como um meio viável de se pegar um nome, produto ou serviço novo aos olhos do público e transformá-lo em um negócio lucrativo.

Devido a isso, as empresas buscam essa expertise dos consultores de marketing para descobrir técnicas criativas para lançar e manter seus negócios.

 

Torne-se um consultor completo!

 

Agora que você já conhece as áreas de atuação de um consultor de gestão e suas competências, que tal se tornar um consultor? Para te ajudar nessa tarefa, a Voitto traz até você o curso Formação de um Consultor, com tudo que você precisa saber para se tornar um.

Depois de ter feito o curso, basta escolher a área que mais se alinha com suas habilidades e ingressar nessa carreira promissora. Então, chega de perder tempo? Inscreva-se já!

 

 

Texto baseado no artigo publicado pela Consultancy.uk.