É extremamente improvável, nos dias atuais, que você nunca tenha usado um produto da Microsoft.

Essa empresa bilionária domina praticamente 90% do mercado no qual atua e está em todos os lugares, como na sua casa, no seu trabalho, no mercado, no hospital e onde mais você pensar.

Mas o que é exatamente a Microsoft, como surgiu e qual caminho percorreu até se tornar tudo o que ela representa hoje? Vem com a gente que vamos te contar tudo!

 

O que é Microsoft?

 

A Microsoft Corporation é uma multinacional americana com sede em Redmond, Washington.

Suas atividades são voltadas para o desenvolvimento, licenciamento e vendas de softwares para computadores e demais dispositivos eletrônicos, além de outros produtos no setor tecnológico.

Os segmentos mais famosos da Microsoft são os sistemas operacionais Windows, o pacote Office, o navegador Explorer, o console de videogame Xbox, os tablets Surface e Smartphones Microsoft Lumia (antiga Nokia).

Alguns dos aplicativos da Microsoft são tão importantes dentro das empresas que chegam a ser pré-requisitos para alguns profissionais se candidatarem a vagas de emprego, como o Excel, por exemplo.

No ano de 2018, a Microsoft ficou como a sétima marca mais valiosa do mundo, sendo avaliada em 81,2 bilhões de dólares.

 

 

Como tudo começou?

 

 

Bill Gates (na época estudante em Harvard) e Paul Allen (que havia acabado de abandonar a Universidade de Washington), haviam se tornado amigos na infância e, após um reencontro já na época de faculdade, fundaram a Microsoft em 1975, com o intuito de criar um software em linguagem BASIC para o computador Altair 8800 da IBM.

Trabalhavam em casa, em seus próprios computadores e nem imaginavam que se tornariam bilionários e proprietários da maior desenvolvedora de softwares do mundo.

No ano de 1976, a Microsoft lançou o FORTRAN, para computadores baseados em CP/M.

Mais tarde, a Microsoft foi procurada pela IBM para o desenvolvimento do sistema operacional de seu novo computador.

Bill Gates e Paul Allen não possuíam o sistema completo, então compraram o Q-DOS da Seattle Computer Products e melhoraram o sistema criando o MS-DOS. Esse acordo foi um divisor de águas, pois tornou os fundadores da Microsoft ricos, uma vez que eles incluíram uma cláusula que exigia exclusividade nos computadores da IBM.

Neste momento, aconteceu a primeira de muitas polêmicas envolvendo a empresa.

Steve Jobs, dono da Apple, havia pegado a interface gráfica e a ideia de usar um mouse de outra empresa, Xerox, e adicionou-a ao seu produto, criando o Macintosh.

Bill Gates convenceu Jobs a deixá-lo participar do projeto e lançou uma versão parecida com o Macintosh no Japão. Aí começou a expansão internacional da Microsoft, mas Jobs, nada satisfeito com essa situação, rompeu a aliança entre as duas empresas.

A Microsoft começou a se aventurar também pelo mercado de hardware variando sua área de atuação.

 

Windows

 

O próximo passo foi a criação do Windows 1.0, a fim de criar um sistema de uso mais intuitivo, interface colorida, bloco de notas, calculadora, relógio, barras de rolagem, calendário e o recurso multitarefas, revolucionando a informática.

 

 

Quando a Microsoft abriu seu capital, vendendo ações na bolsa, a marca foi tão valorizada que surgiram 3 bilionários e 12 milionários entre seus executivos.

O Microsoft Works foi precursor do Microsoft Office e contava com Word, Excel e PowerPoint quando foi lançado, programas que são muito utilizados até hoje em empresas e para uso pessoal.

A Microsoft disponibiliza um pacote Office contendo vários de seus softwares e o usuário pode pagar anualmente uma taxa para ter acesso. Já existiram várias versões, como por exemplo o Office 365, Office 2013 e, atualmente, o Office 2016.

A versão do Windows 2.0 foi marcada pela ação judicial, na qual a Apple processou a Microsoft alegando a quebra de 189 copyrights (direitos autorais). Mas, perdeu em todas as ações e outras sequer foram julgadas.

Já a versão 3.0 inovou trazendo jogos, gerenciamento de tarefas e gerenciamento de impressão. Foram vendidas mais de 10 milhões de cópias e os softwares da Microsoft passaram a ser os mais usados do mundo inteiro.

As versões não param de ser lançadas até hoje e os concorrentes do Windows não chegam nem perto de ameaçar a hegemonia da Microsoft.

 

Guerra dos Browsers

 

Quando aconteceu o boom da Internet, a empresa de Bill Gates logo correu para comprar o navegador Internet Explorer 1.0 da Spyglass.

 

 

As empresas firmaram um acordo no qual a Spyglass receberia uma porcentagem pelos navegadores vendidos, o problema é que a Microsoft distribuiu o Explorer gratuitamente incluso no Windows 95.

A Spyglass processou a Microsoft por agir de má-fé e ganhou na justiça uma indenização no valor de oito milhões de dólares.

O fato é que essa jogada da Microsoft levou seu navegador a derrubar a concorrente Netscape, que era usada por 90% do público e caiu para 1% enquanto o Explorer dominava o mercado.

 

 

A Netscape processou a Microsoft e a Justiça americana considerou a prática de agregação do Internet Explorer ao sistema operacional Windows como sendo monopolista e ilegal. No entanto, a decisão veio muito tarde para a Netscape, que não conseguiu se recuperar deste golpe.

A Apple e a Microsoft fecharam um acordo que contribuiu ainda mais para dominação do mercado por parte do Internet Explorer.

A MS comprou 150 milhões de dólares em ações da Apple, em uma época em que a empresa chegou muito perto da falência; em troca, todas os computadores da empresa de Steve Jobs saíram de fábrica com o navegador da Microsoft.

Essas práticas agressivas para dominação do mercado fizeram com que a Microsoft fosse processada em mais de vinte estados americanos e até internacionalmente.

Mas isso não parou a empresa, que continuou buscando sempre se atualizar e estar à frente de todas as novidades do mercado, mantendo-se sempre como uma das marcas mais valorizadas do mundo.

 

Windows XP

 

 

O Windows XP, lançado em 2001, foi um sucesso chegando a vender mais de 1 bilhão de cópias.

Ele nos apresentou também o saudoso MSN, que foi um programa que permitia a troca de mensagens instantâneas entre pessoas de todos os lugares do mundo e que teve um apelo muito forte, principalmente entre os jovens.

Quem não se lembra das indiretas nos subnicks? A opção de ativar a música que você estava ouvindo? Ou aquele botão de chamar a atenção de alguém vibrando a tela?

 

 

Ou os stickers que ocupavam toda a janela de mensagens:

 

 

Bateu saudades? Isso tudo era proporcionado pela Microsoft.

Mais tarde, com a tecnologia dos celulares, o MSN foi caindo em desuso e acabou sendo substituído pelo Skype.

 

Xbox

 

Em 2001, a MS entrou também para o mercado dos videogames, lançando o Xbox, que veio para concorrer com a Sony e com a Nintendo.

Quando lançado, possuía uma capacidade gráfica três vezes maior do que a de seus concorrentes, o que fez com que rapidamente se tornasse um dos consoles mais vendidos do mundo.

Uma de suas atualizações, o Xbox 360, chegou a vender mais de 86 milhões de cópias pelo mundo.

 

Atualmente

 

A empresa também comprou a fabricante de celulares Nokia, a fim de concorrer com a Apple (iOS) e com o Google (Android); o que mostra que a MS jamais fica estagnada e está sempre se reinventando, de acordo com as demandas do mercado.

A Microsoft está sempre se mantendo entre as marcas mais valiosas.

Bill Gates chegou a ser o homem mais rico do mundo entre 1995 a 2007, em 2009 e de 2014 a 2017.

Não há dúvidas de que a Microsoft revolucionou o mundo para sempre!


Quais os principais softwares

 

Vamos listar alguns dos softwares mais usados da Microsoft:

 

Microsoft Word

 

É um programa de processamento de texto utilizado para criar, formatar, editar, salvar e imprimir documentos eletrônicos.

 

Microsoft Excel

 

É um programa de criação de planilhas eletrônicas, construídas a partir de células organizadas em linhas e colunas.

Este aplicativo pode ser utilizado para a realização de uma infinidade de tarefas, como a realização de cálculos simples e complexos, criação de banco de dados, elaboração de relatórios e gráficos, projeções e análise de tendências, análises estatísticas e financeiras.

Por conta disso, o Excel é muito usado nas empresas e seu domínio é obrigatório em muitas funções.

 

Microsoft PowerPoint

 

O PowerPoint é utilizado para a criação, edição e exibição de apresentações, nas quais você pode inserir textos, imagens, áudios e vídeos.

 

Microsoft Publisher

 

É um programa utilizado para a diagramação eletrônica, que consiste na edição de publicações, através da combinação de computador, programa de paginação e impressora.

 

Microsoft Access

 

É um sistema de gerenciamento de banco de dados que permite o desenvolvimento rápido de aplicações - que envolvem tanto a modelagem e estrutura de dados - como a interface a ser utilizada pelos usuários.

 

Microsoft Project

 

MS Project é um software de gerenciamento de projetos e atua em diferentes etapas da gestão. Porém, as esferas em que ele é mais diretamente relacionado são as missões de planejamento e controle. É o software de maior aceitação mundial para Gerenciamento de Projetos por sua facilidade de utilização e versatilidade de aplicação.

 

E aí, o que você achou da Microsoft?

 

Dependendo da sua idade, pode ser que você tenha visto o surgimento e a dominação do mundo dos computadores por parte da Microsoft, ou que você seja de uma geração que simplesmente não conhece o mundo sem essa empresa.

Inúmeras empresas que ascenderam de forma astronômica, como a Microsoft, não conseguiram se manter no topo, ficaram para trás em tecnologia ou acabaram sendo engolidas por outras gigantes.

Por isso é incontestável e impressionante a supremacia, capacidade de se reinventar e visão de futuro dessa empresa durante seus quarenta anos de existência.

 

Conheça as histórias de outras empresas de sucesso!

 

 

Dica Bônus

 

Se você quer impulsionar sua carreira, um software obrigatório é o Excel e nós, da Voitto, oferecemos um curso de alta qualidade de Introdução ao Excel com CERTIFICAÇÃO. Você não pode perder!