Mudanças acontecem a todo momento, principalmente no âmbito de negócios; e empresas são desafiadas, quase todos os dias, a acompanharem esse ritmo com práticas de melhoria contínua.

Pensando nessas mudanças, no ano de 2001, um grupo com 17 desenvolvedores de software se reuniram e resolveram mudar o modelo existente na elaboração de projetos com um documento chamado Manifesto Ágil.   

Hoje em dia, as Metodologias Ágeis são usadas em todo lugar do mundo, e, cada vez mais, vêm ganhando espaço e visibilidade.

Então, se a sua intenção é aprender mais sobre como aplicar o Scrum, eu recomendo um curso de introdução a esta metodologia. Ele irá te ensinar tudo o que você precisa saber para aplicá-la na sua rotina.

Clique no botão abaixo e comece agora mesmo!

 

 

Agora que você já se sente preparado para conhecer as técnicas que podem ser usadas para aplicar o Scrum na sua empresa, continue a leitura e comece a aprender mais!

 

Urgência na disseminação 

 

Neste tópico, iremos tratar do nível de urgência em que a empresa se encontra quando decide aplicar o Scrum

Quando a empresa quer aplicar o Scrum na rotina, alguns pontos devem ser levados em consideração, como o tempo que ela considera viável para implementar o processo e como deve ser feito. 

Para te auxiliar com isso, falaremos da urgência alta e baixa e quais passos podem ser seguidos conforme o seu nível.   

 

Urgência alta 

 

 

 

  • Nesse caso, a divisão deve fazer algum sentido e deve levar em consideração conhecimentos técnicos. Ou seja, é necessário que parte da equipe já seja desenvolvedora de projetos de software ou produtos de informática;  

  • Como a transição está acontecendo rapidamente, é necessário o acompanhamento de um coach, interno ou externo, para evitar que a disseminação de conhecimentos seja feita de forma equivocada em Scrum. Caso sua empresa já tenha um profissional Scrum Master ele pode ser o coach que vai trabalhar essa mudança. 

  • Por último, é necessário observar a sinergia das equipes, pois algumas criam grandes vínculos e separá-las pode trazer mais prejuízos do que benefícios para o processo de disseminação.  

 

Urgência baixa 

 

 

  • Deve-se levar em consideração conhecimentos técnicos no momento da divisão, como no caso anterior, mas agora com mais parcimônia, pois você poderá acompanhar de perto cada característica do profissional;

  • O acompanhamento de coaches ainda é necessário, mesmo que o trabalho seja de médio ou longo prazo; 

  • Por último, assim como no tópico de urgência alta, você deve evitar quebrar Equipes que trabalham de forma sinérgica. 

 

Existência de coaches

 

Para aplicar o Scrum em uma empresa, como já foi dito nos tópicos acima, a presença de coaches é de grande importância. Abaixo iremos conhecer as principais vantagens de um coaching externo e um interno dentro da empresa.

Continue com a gente!

 

 

Interno

  • O coaching interno conhece o ambiente e as pessoas da empresa;

  • Ele sabe identificar rapidamente os apoios e as resistências que surgem; 

  • Além disso, ele entende rapidamente os pontos de melhoria a serem trabalhados. Ou seja, o profissional coaching interno sabe onde precisa atacar para gerar a transformação para o mindset ágil.

 

Externo 

  • coaching externo tem uma visão imparcial da empresa, que o ajuda a não se envolver em aspectos políticos e pessoais;

  • O profissional externo que ajudará a aplicar o Scrum em sua empresa, ganha um diferencial por adquirir experiências em sessões de coaching realizadas em outras empresas.

Independente da escolha sobre ter um coaching interno ou externo, o objetivo vai sempre ser o mesmo, que é: auxiliar a equipe no processo de desenvolvimento e na aplicação do mindset ágil para toda a empresa. 

 

Marcos importantes na transição  

 

Qualquer mudança que acontece dentro de uma organização, sejam mudanças físicas, de cultura ou até mesmo na elaboração de projetos, geram resistências. Afinal, a mudança atua sobre pessoas que podem apresentar uma certa resistência. 

No caso da aplicação do Scrum, essa resistência pode se mostrar mais difícil, por ser uma metodologia que exige maior integração das equipes. 

A seguir vamos conhecer seis fatores do Scrum que podem surgir na hora da sua aplicação.

 

Scrum é difundido

Por ser uma metodologia que precisa ser aplicada por toda a empresa, as pessoas já ouviram falar do Scrum, mas como todo caso, sempre há opiniões positivas e negativas quando surge o assunto de mudança. 

 

O estado final é imprevisível 

Quem já aplica o Scrum sabe que, a médio e longo prazo, os resultados finais são satisfatórios; mas, para uma empresa que está começando com a aplicação do mindset ágil, e pretende mudar toda a sua rotina, podem ocorrer inquietações que atrapalhem o produto final. 

 

O sucesso não é de uma hora para a outra

Quando você muda os projetos e o mindset da empresa para o framework ágil, isso não significa que, de uma hora para a outra, os seus projetos se tornarão ágeis. 

É necessário ter paciência e conhecimento para entender se a mudança está de acordo com as práticas da metodologia. Além disso, mudanças complexas acontecem a médio e longo prazo. 

 

Scrum é totalmente diferente 

A diferença vai, desde a apresentação do projeto, até os requisitos exigidos e prazos de entrega. 

Por esses motivos, empresas que estão mudando de uma metodologia tradicional para a Scrum podem sentir muito a diferença e achar que a nova metodologia não vai atender aos requisitos exigidos para os clientes. 

 

As melhores práticas são as mais arriscadas

Como as mudanças dependem de um relacionamento humano, e as relações são marcadas por diversos traços de personalidade, elas podem fracassar antes mesmo de ter uma chance de implementação. 

Para não criar esse problema, o responsável pela mudança do framework ágil na organização precisa ter muito soft skill, pois essa habilidade ajudará os outros membros da equipe.

 

 

A necessidade da mudança está acontecendo mais rápido do que nunca

Como foi dito lá na introdução do artigo, mudanças são essenciais e acontecem a todo tempo. 

E, quando falamos de mudanças no gerenciamento de projetos, a metodologia Scrum já vem conquistando espaço e se mostrando muito eficiente nesta atividade. 

Então, é muito importante estar sempre atento às novidades do mercado, principalmente em metodologias que estão sendo aplicadas e já apresentam resultados satisfatórios para as empresas. 

 

Por que vale a pena aplicar o Scrum? 

 

Até aqui, você já deteve diversos conhecimentos sobre a metodologia Scrum, principalmente se você já fez o curso de introdução. Agora eu vou citar seis benefícios que podem ser gerados na empresa com a aplicação do Scrum. São eles:

  • Menos custos, mais produtividade; 

  • Maior engajamento e satisfação do time;

  • Maior qualidade;

  • Maior aprovação dos Stakeholders

  • Time-To-Market mais rápido;

  • A situação atual não está valendo a pena.

 

E aí, vamos aplicar?

 

Você pode estar se perguntando como pode começar a aplicar o Scrum na sua empresa ou como pode se tornar o profissional que o mercado procura para essa mudança.

Independente do seu questionamento, se você deseja ser o profissional qualificado que o mercado de trabalho busca, o curso de formação Scrum Master com certificação EXIN é ideal para você.

Ele te prepara, com toda a bagagem dos métodos ágeis, para ser um Scrum Master, o profissional fundamental para uma adoção bem sucedida do método. 

Não perca essa oportunidade, seja um Scrum Master!

 

 

Gostou do nosso artigo? Deixe seu feedback! Sua opinião é muito importante para a Voitto.