Talvez você ache natural o processo de construção de um projeto de uma casa, por exemplo. Mas, você sabe o que está por trás desse projeto e qual ferramenta o profissional utiliza para seguir com o seu trabalho?

É o que você vai descobrir hoje nesse artigo sobre o roadmap e como essa ferramenta é peça-chave em diversos projetos, incluindo projetos de fábrica em que é um grande aliado do planejamento e controle da produção.

Ficou interessado(a)? Então confira o que nós vamos abordar nesse texto: 

  • O que é um roadmap?
  • Qual é a importância de um roadmap?
  • Como fazer um road map?
  • Exemplos de roadmap.

 

O que é um roadmap?

 

Como o próprio nome diz, roadmap é uma espécie de mapa do projeto. Trata-se de uma ferramenta visual muito utilizada em projetos tanto individuais, quanto empresariais de diversas áreas (desde projetos arquitetônicos até projetos de softwares).

O roadmap pode ser relacionado, também, com a bússola. Isso porque, ele orienta o seu time e os stakeholders a um objetivo comum: a construção do produto ou do projeto.

Portanto, o objetivo da ferramenta é alinhar as partes interessadas em torno da elaboração do projeto por meio de 3 perguntas: “onde estamos?”, “ onde queremos chegar?” e “como chegaremos?”.

É geralmente por meio de uma planilha que o roadmap é apresentado com todas as fases do projeto, os prazos, as tarefas e as equipes responsáveis.

Talvez você esteja se perguntando por que esse termo se tornou tão importante nos dias atuais. É o que você vai conferir no próximo tópico.

 

Qual é a importância do roadmap?

 

Como você viu, o roadmap é uma poderosa ferramenta para guiar o gestor na realização de seu projeto.

Além disso, essa ferramenta é crucial para garantir a produtividade e eficiência do trabalho que está sendo realizado. Basicamente, o roadmap é fundamental para a elaboração de um produto ou projeto porque te proporciona:

  • Visão sistêmica do projeto;
  • Alinhamento e melhora da comunicação interna;
  • Organização e planejamento pessoal e profissional;
  • Foco nos processos relevantes;
  • Facilitação de colocar as ideias em prática.

 

Se você tem interesse em saber mais sobre o gerenciamento de projetos e como você pode aplicar as técnicas na sua empresa, não deixe de conferir o nosso curso gratuito de Introdução ao Gerenciamento de Projetos!

Nesse curso, você será capaz de definir o escopo do projeto, melhorar a comunicação com os stakeholders, gerar documentos e relatórios e, ainda, monitorar e controlar um projeto!

É só clicar no botão abaixo:

Clique e confira!

 

Como fazer um roadmap?

 

Agora que você já sabe a importância do roadmap, como você poderá colocá-lo em prática na sua empresa? É o que você vai conferir a seguir:

 

1. Defina os seus objetivos

 

Se você ainda não tiver os seus objetivos bem esclarecidos, é hora de defini-los na primeira etapa. Pense onde você está no momento, onde você quer chegar e como você vai fazer isso.

Além disso, faça pesquisas de mercado para saber como o produto que você quer construir está no mercado atual.

Lembre-se sempre de pensar estrategicamente a longo prazo!

 

2. Passe para o papel

 

Após ter definido seus objetivos, é hora de passar as suas ideias para o papel. É muito importante escrever suas metas e ambições porque, dessa forma, você e os seus stakeholders conseguirão visualizar mais facilmente. 

Com isso, você valida com as pessoas importantes para o projeto, e se alguma coisa tiver que ser alterada, quanto antes melhor!

 

3. Faça um plano cronológico

 

Nessa etapa, é importante priorizar o que realmente for importante para a execução do projeto. 

Isso porque, ao fazer o cronograma, você vai sequenciar atividades e definir prazos para cada uma delas. Se alguma atividade não tiver relevância ou impacto no produto final, será que essa atividade realmente deve ser priorizada? Cabe a reflexão.

Além disso, o plano cronológico permite uma visualização melhor a todos acerca do andamento do projeto.

 

4. Avalie riscos

 

Mesmo que você esteja muito certo do seu projeto e de seu cronograma, é sempre bom pensar em imprevistos e adversidades que possam acontecer. 

Por isso, avalie e registre os riscos que o projeto pode ter e, ainda, planos de ação para caso aconteçam de fato. 

 

5. Revise sempre! 

 

Como você já deve saber, com a revisão de projetos, o risco de retrabalhos, desperdícios e erros é muito pequeno. 

Por isso, sempre que você achar pertinente, revise o seu projeto! Isso trará mais benefícios do que você imagina. 

E mesmo se você tiver que consertar algum erro, não tem problema, pois é melhor fazer alterações na construção do que depois de ele estar pronto, certo?

 

Exemplos de roadmap

 

Você sabia que existem três tipos de roadmap? E agora, como você vai saber qual roadmap é melhor para o seu objetivo?

É o que você vai conferir agora!

 

Roadmap estratégico

Sabe o planejamento estratégico que toda empresa deve fazer para alcançar seus objetivos?

É por meio do roadmap estratégico que um planejamento estratégico mais elaborado e definido é feito.

Isso porque, o roadmap é mais detalhado em relação a etapas, atividades e visualmente melhor para os gestores poderem tomar decisões mais assertivas.

 

Roadmap de produto

Esse tipo de roadmap tem como foco principal o produto que será lançado.

Nesse caso, são coletados feedbacks de usuários para a validação do produto e, também, para conseguir a melhor experiência e sucesso do cliente. 

Geralmente é usado no desenvolvimento de softwares.

 

Roadmap tecnológico

Sabe o planejamento que toda indústria deve ter para poder controlar sua produção, definir estratégias relacionadas com os objetivos de desempenho e alocar seus recursos?

Por meio do roadmap tecnológico é possível organizar tudo isso detalhadamente, alinhando com a atual transformação digital das empresas.

 

E aí, aprendeu tudo?

 

Agora que você já sabe o que é o roadmap, como fazê-lo e quais são os seus exemplos, que tal aplicá-lo em uma indústria?

Para isso, você precisa estudar sobre o planejamento e controle da produção, que será grande aliado do roadmap. 

Confira o nosso curso gratuito de Fundamentos de Planejamento e Controle da Produção e não perca essa chance! Nele, você será capaz de, além de avaliar os processos de uma empresa quanto aos objetivos de desempenho, relacionar a estratégia da organização com o planejamento da produção e obter uma visão sistêmica do seu negócio!

Clique no botão abaixo e confira: 

Clique e confira!