Muitas pessoas têm buscado fazer o que gostam de forma mais autônoma e, com isso, cada vez mais elas pensam em como abrir uma empresa.

De acordo com a pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor), realizada em 2018, empreender faz parte da vida de 38% dos brasileiros adultos.

A mesma pesquisa aponta que os novos negócios estão surgindo mais por oportunidade que por necessidade, e o que isso quer dizer?

Quando você empreende por oportunidade, seu serviço ou produto está diretamente ligado a uma demanda do mercado, o que gera empresas mais bem fundamentadas.

Mas o que realmente separa o sucesso do fracasso quando pensamos em como abrir uma empresa? A questão aqui é que muitos abrem um negócio sem ter conhecimentos fundamentais sobre empreendedorismo.

Neste artigo vamos mostrar como abrir uma empresa e tirar de vez suas ideias do papel, transformando seu projeto em um negócio de sucesso! 

Antes disso, que tal conhecer um pouco sobre os fundamentos essenciais da gestão financeira? Afinal, se você quer saber como abrir uma empresa, entender como controlar suas finanças se torna essencial. 

Então, não perca tempo e clique no botão abaixo para conferir esse curso gratuito!

 

O que você vai encontrar neste artigo:

  • Métodologia: DMAIC
  • Definindo a proposta de valor
  • Medindo e entendendo o mercado
  • Ferramentas para a construção do negócio
  • Análise e lançamento do protótipo
  • Partindo para a execução

Vamos lá?

 

Metodologia: DMAIC

 

Para começar qualquer projeto, é necessário traçar um plano, e, quando falamos em como abrir uma empresa, uma metodologia amplamente utilizada é o DMAIC. 

O método DMAIC consiste em 5 passos bem estruturados que irão te auxiliar a organizar as ideias, tirá-las do papel e manter sua empresa sólida. 

As 5 etapas do método são:

 

  • D (Define - Definição): Definindo a proposta de valor;
  • M (Measure - Medição): Medindo e entendendo o mercado;
  • A (Analyse - Análise): Análise e lançamento do protótipo;
  • I (Improve - Melhoria): Melhoria e aceleração; e
  • C (Control - Controle): Controle e gerenciamento.

 

Se você quer saber como abrir uma empresa, deve começar utilizando as 3 primeiras etapas da metodologia para resolver isso. Você pode conferir mais sobre cada etapa da metodologia lendo este artigo que explica o que é e como funciona o DMAIC.

 

Definindo a proposta de valor

 

Para definir uma proposta de valor, antes você deve estar bem alinhado com sua ideia de negócio, afinal, se você quer saber como abrir uma empresa, tem que ter uma ideia bem construída. 

Mas, caso você não esteja tão seguro da sua ideia, a seguir, vamos mostrar como pode ser realizado esse processo de construção.

 

Construção de uma ideia

 

Para o processo de construção envolvendo a abertura de uma empresa, você precisa descobrir quais são as suas oportunidades para desenvolver uma ideia de sucesso. 

Para isso, tente alinhar as coisas em que você é bom com aquelas que te pagam para fazer. De acordo com o ikigai, palavra que significa “razão para viver”, em japonês, isso constitui a sua profissão.

 

 

Depois de identificar suas oportunidades, você deve levar em consideração que sua ideia precisa resolver um problema e você tem que estar atento às tendências do mercado. 

Se você não sabe muito bem como desenvolver sua ideia, você pode começar conversando com outras pessoas, priorizando problemas e, para alinhar seus pensamentos, você pode utilizar técnicas de brainstorming.

 

Proposta de valor

 

Não basta só ter uma boa ideia para a construção de um negócio, o questionamento de como abrir uma empresa envolve a definição da proposta de valor do seu produto ou serviço.

O valor de um produto está ligado ao nível no qual o benefício da aquisição é percebido pelo cliente, mensurado a partir do quanto a ideia que você construiu resolve o problema. 

O que o cliente ganha ao comprar a sua solução para o problema dele? É isso que você deve definir e o seu produto ou serviço será o meio pelo qual o cliente chegará na proposta de valor.

 

Medindo e entendendo o mercado

 

Agora que você já sabe como definir a proposta de valor para o seu negócio, você deve responder a três perguntas:

1. Qual o tipo de empresa? 

2. Qual mercado você pretende atingir?

3. Qual o tamanho do mercado?

 

 

Após responder a essas perguntas, você pode ir para a segunda etapa de como abrir uma empresa. Para ajudar nisto, a seguir vamos listar um passo a passo para entender melhor o mercado em que seu produto será inserido.

 

Mapeando o mercado

 

O processo de medir e entender o mercado é denominado benchmarking, e a grande questão é encontrar possibilidades de melhoria para o negócio.

Você pode utilizar alguns métodos ou ferramentas de busca para fazer o mapeamento de mercado, como:

  • Google:  o Google é uma ferramenta de busca poderosa e acessível, faça uma pesquisa e descubra quem são seus concorrentes; 
  • Eventos: outra oportunidade de pesquisa está nos eventos de empreendedorismo, você pode buscar participar de eventos que estejam ligados ao seu ramo de atuação e descobrir concorrentes ou até possíveis parceiros.

Após realizar a pesquisa e entender o mercado em que você vai estar inserido, é hora de pensar no perfil de público que o seu negócio tem, para ser capaz de elaborar um plano de negócios que atenda melhor a necessidade do seu cliente.

Algumas ferramentas podem ser utilizadas para conhecer com mais detalhes seu público:

  • Mapa de empatia: O mapa de empatia serve para responder a 6 questionamentos sobre seu público alvo, conforme imagem abaixo:

 

 

  • Buyer Persona: personificação detalhada do perfil de um cliente da sua empresa. A persona é definida por nome, formação, sonhos, competências e outros fatores pessoais que te ajudam a descobrir como sua empresa pode ajudá-la.

E o que fazer como essas informações? Colete um número representativo de dados sobre possíveis clientes, aqueles que representam sua persona, para uma análise posterior, na qual você deve identificar padrões e oportunidades de melhoria.

 

Ferramentas para construção do negócio

 

Agora que você possui uma proposta de valor bem definida e já entende o mercado em que será inserido, você tem que pensar em como convergir essas informações para entender como abrir uma empresa.

Para isso, vamos falar de duas ferramentas importantes para a construção de um negócio.

 

Canvas

 

O Canvas é uma ferramenta utilizada para representar graficamente os principais pontos que você deve levar em consideração antes de pensar em como abrir uma empresa, para isso basta preencher o quadro com as informações correspondentes.

 

 

Para saber mais sobre o preenchimento e análise do quadro você pode baixar agora um Ebook completo sobre Business Model Canvas. Para isso é só clicar na imagem abaixo!

 

 

SWOT

 

A matriz SWOT é utilizada para realizar uma análise interna e externa da empresa, com base em quatro fatores: forças, fraquezas, oportunidade e ameaças.

Na imagem abaixo, podemos ver a representação da matriz e as perguntas que você deve responder em cada quadro:

 

 

Tanto o Canvas quanto a matriz SWOT irão te ajudar a ter uma visão mais ampla do que está envolvido quando pensamos em como abrir uma empresa.

 

Riscos do negócio

 

Saber gerir os riscos de um negócio é parte importante do processo de construção de um novo empreendimento. Isto porque é essa análise que irá contribuir para tornar seu negócio sólido.

Vamos listar três passos que você deve seguir para minimizar os riscos do seu negócio:

 

  • Identificação: você deve detalhar e registrar todos os riscos envolvidos, sejam eles positivos ou negativos;
  • Priorização: dentre os riscos listados na etapa anterior, priorize os que mais podem impactar seu negócio, uma boa ferramenta para isso é a matriz GUT; e
  • Planejamento de ações: tenha ações pré-definidas para cada risco priorizado, assim você poderá minimizar os riscos envolvidos no processo que envolve como abrir uma empresa.

 

Análise e lançamento do protótipo

 

Não basta ter um excelente projeto de negócio se seus clientes não vão consumir. Entramos então na importância de analisar os dados já obtidos e identificar, dentre os desejos do cliente, aqueles que serão atendidos.

 

Analisando as necessidades do cliente

 

Para analisar quais desejos mais valem a pena serem atendidos você pode usar a Matriz Esforço x Impacto, você deve classificar as necessidades dos clientes de acordo com os quadrantes da matriz e assim definir quais serão os prioritários.

 

 

Além disso, você tem que definir o que será prioritário, você precisa saber traduzir os desejos dos clientes em requisitos técnicos. Para facilitar a criação do requisitos, você pode utilizar o fluxograma abaixo:

 

 

MVP - Produto Mínimo Viável

 

A última parte para você aprender como abrir uma empresa e tirar suas ideias do papel é a produção do MVP, sigla para Minimal Viable Product, que significa Produto Mínimo Viável, ele será a versão mais simples do seu produto ou serviço que irá satisfazer o problema principal do seu cliente.

O MVP deve ser testado no mundo real com o mínimo de esforço e investimento da empresa, e a ideia é colocá-lo o mais cedo possível no mercado por se tratar de uma fonte muito rica de feedback e orientação para seu negócio. 

 

 

Você pode conferir no artigo sobre o que é e como aplicar o MVP mais detalhes sobre o processo de elaboração, as estratégias de lançamento e como mensurar o desempenho do seu produto mínimo viável.

 

Partindo para a execução

 

Agora que que você já aprendeu os primeiros passos de como abrir uma empresa, está pronto para tirar as ideias do papel?

Para te ajudar ainda mais nisso, nós temos um curso completo de formação empreendedora, dica certa para você que quer entender melhor sobre como abrir uma empresa!

No curso você poderá aprender em detalhes todos os passos para a criação de um negócio de sucesso! E aí, aceita o desafio? Clique no botão abaixo e confira!

Mas antes de ir não se esqueça de deixar aqui nos comentários seu feedback sobre este conteúdo! E envie esse artigo para algum amigo seu que quer saber como abrir uma empresa e não sabe por onde começar!