Consultoria empresarial é o assunto do momento, não é mesmo? Se você é uma pessoa antenada em notícias de maneira geral, com certeza tem visto como esse mercado está em constante expansão, principalmente.

Em meio ao mercado brasileiro instável, crises políticas, operação lava-jato, estão empresas de todos os tipos buscando se manterem vivas no mercado. Afinal, um cenário como esse afasta investidores, fazendo com que o mercado fique em baixa devido ao baixo poder aquisitivo da população.

E onde entra a consultoria nisso tudo? Simples... Consultoria nada mais é do que o fornecimento de determinada prestação de serviço, em geral por profissional qualificado e conhecedor do tema.

Ou seja, quem contrata uma consultoria espera que o consultor consiga identificar os problemas existentes e propor um plano de ação para corrigi-los. Justamente por essa necessidade de mercado, ser um consultor empresarial se tornou uma ótima opção para seguir carreira.

Por isso, nesse artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre consultoria empresarial, como fazer e como garantir a satisfação de seus clientes através de 9 passos a serem seguidos. Vamos lá?

 

1 – Reunião de Lançamento

 

Para se começar um bom relacionamento, é extremamente importante causar uma boa primeira impressão, certo? Assim como na vida, esse conceito é também de grande valia numa consultoria empresarial.

Nesse momento é necessário fazer uma apresentação sucinta do projeto. Nela deve conter o objetivo, as etapas que serão seguidas para se alcançar essa meta e por fim, o cronograma, garantindo o empenho e engajamento de todos no projeto.

Aqui o consultor deve apresentar também os stakeholders que contribuirão para o projeto correr da forma prevista e alinhar as expectativas em relação ao projeto, definindo de forma bem clara as responsabilidades de cada parte envolvida.

Para fechar a reunião com chave de ouro, você deve romper todas as barreiras de relacionamento existentes, garantindo que todos os presentes estejam unidos uns com os outros e se comprometam a doar seu melhor em prol de alavancar os resultados da organização.

 

2 – Desenvolvimento das Equipes Internas

 

Você com certeza já ouviu frases do tipo “ninguém vai para frente sozinho”, “nenhum time ganha campeonato com um jogador só” e “não adianta ter um craque se ele joga sozinho”, não é mesmo?

Numa consultoria funciona da mesma maneira! ´Para garantir o sucesso do plano de ação que será proposto, é necessário ter capacidade executiva de dentro das organizações para garantir o sucesso do projeto.

As equipes internas também são necessárias para garantir a continuidade dos resultados, afinal, o projeto precisa perdurar, logo é preciso que o conhecimento seja transferido durante a execução.

Mas como escolher bons integrantes para minha equipe interna? Essa é uma dúvida comum em meio ao questionamento inicial de como fazer uma consultoria empresarial, e iremos te ajudar nesse processo com algumas características fundamentais que você deve observar na hora de selecionar seu time! Os integrantes devem:

  • Ser envolvidos nas áreas que o projeto atuará;
  • Acreditar e “Comprar” o objetivo do projeto;
  • Ser proativas com entregas;
  • Ter bons resultados em suas funções;
  • Ser influenciadores dentro da empresa;
  • Possuir o conhecimento necessário para contribuir com o projeto;
  • Ser heterogêneas hierarquicamente;

 

Se você montar sua equipe interna com as qualidades acima, certamente terá um time de alta performance! E resultados extraordinários só vem através de pessoas extraordinárias, não é mesmo?

 

3 – Gestão de Mudanças

 

Esse é o momento que muitos temem durante uma consultoria, mas é também o momento que separa o sucesso do fracasso! Após fazer sua apresentação e montar sua equipe interna, é hora de começar a mudar!

E é nesse momento que surge um empecilho, e sabe qual é? A maioria das pessoas não querem sair de sua zona de conforto! Vamos ilustrar melhor....

 

 

É impossível obter resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa, certo? E como em todo lugar, você vai encontrar resistência às mudanças que são necessárias, principalmente pelos seguintes motivos:

  • Medo do desconhecido
  • Insegurança
  • Não sentem necessidade de mudança
  • Falta de boas informações
  • Medo de perder o poder
  • Falta de recursos

 

Para contornar isso, você deve ter fazer alianças estratégicas dentro da organização, investir na comunicação, criar metas de curto prazo, dentre outras maneiras que você pode aprender estudando os 8 passos de Kotter para a mudança.

 

4 – Acompanhamento de Resultados

 

Ponto crítico para uma boa consultoria é acompanhar resultados. Afinal, como você pode ter uma noção de sucesso se não tiver dados que comprovem isso?

É disso que se trata essa imagem! Para afirmar que os resultados estão sendo alcançados, é preciso ter indicadores de desempenho que comprovem essa afirmação.

A estratégia aqui é a seguinte: defina metas e planos de ação, suas noções de sucesso e seus desdobramentos. Vamos ver um exemplo para facilitar o entendimento:

 

 

 

Com as metas e os planos de ação bem estabelecidos, deverá ser definido como esse acompanhamento será realizado. Esse passo é simples, bastando definir como e quando a sistemática de acompanhamento será realizada. Tomamos o seguinte exemplo:

 

 

O consultor é o responsável por esse acompanhamento, afinal, o sucesso do projeto e de sua equipe depende da sua organização. Por isso, seguir esses passos auxiliam a manter os processos bem estruturados e bem acompanhados em meio ao alto fluxo de informações que ele vai precisar administrar durante a consultoria empresarial.

 

5 – Gestão de Riscos

 

Durante uma consultoria empresarial, várias mudanças serão propostas, assim como várias estruturas serão modificadas. Mediante essas mudanças, o consultor deve estar sempre antenado aos riscos iminentes, e como eles podem impactar direta e indiretamente os resultados desejados.

O que muitas pessoas não sabem é que riscos não são somente negativos, mas também positivos. Mas como lidar com cada forma de risco? É nesse ponto que entram as tomadas de decisões que devem ser bem estudadas para que erros não venham prejudicar tudo o que estava sendo conquistado.

Vamos ver então como lidar com cada tipo de risco?

 

Riscos Negativos

 

Essas são as 4 escolhas que você como consultor empresarial tem ao se deparar com os riscos de um projeto. Afinal, sabemos que alguns riscos teremos que aceitar, pois nem tudo dá para eliminar. Cabe a você e sua equipe definir quais as atitudes serão tomadas para garantir que os passíveis de eliminação sejam excluídos, e os demais sejam mantido sobre controle.

 

Riscos positivos

 

Como eu disse, riscos não são apenas negativos. Durante uma mudança, você identificar que um determinado processo pode obter uma melhoria melhor do que se esperava.

Dessa forma, cabe ao consultor explorar ao máximo essas oportunidades se valerem o esforço, e caso não seja algo que vá impactar muito positivamente, basta aceitar o resultado, sem se desgastar perseguindo-o ativamente.

 

6 – Conduza Reuniões

 

Um projeto de consultoria certamente não ocorre de um dia para o outro. É algo que envolve tempo, estudo, análise, uma boa equipe, dentre outros fatores que já vimos.

Justamente por isso é extremamente necessário que ocorram reuniões para manter todos alinhados com o andamento do projeto, com os resultados já obtidos e com os que ainda estão sendo perseguidos.

Além disso, é impossível manter uma comunicação eficaz com muitas pessoas sem que seja estabelecido reuniões onde todos poderão expor os problemas e as necessidades que estão surgindo no decorrer do processo.

Pensando nisso, separamos dicas que podem ser de grande valia para você conduzir uma reunião de maneira profissional. Vamos a elas?

  • Determine o objetivo da reunião: Defina antecipadamente e comunique na convocação da reunião qual o objetivo dela, a fim de todos irem preparados e cientes do que será o centro da discussão.
  • Tenha postura e profissionalismo: Lembre-se que são reuniões de trabalho, embora possa haver um clima leve, mantenha a postura profissional que se espera de um consultor, isso é fundamental para credibilidade.
  • Mantenha todos focados no objetivo: Pessoas possuem uma forte tendência em se desviarem do foco central, esteja atento para sempre trazer todos ao objetivo da reunião.
  • Tenha objetividade na fala: Não seja prolixo durante a fala ou uma apresentação, seja objetivo e claro, ou seja, passe todas as informações que devem ser passadas sem enrolar no assunto.
  • Prepare-se com antecedência: A reunião será tão fluida quanto maior for sua preparação para ela, quanto ao assunto, apresentações, discussões e encaminhamentos.
  • Determinar os encaminhamentos: É fundamental que toda reunião se encerre com encaminhamentos claros, sabendo o que haverá em seguida e com as responsabilidades (quando convir).

 

A hora é agora!

 

O que é uma consultoria empresarial, como fazer, os passos necessários, tudo isso você aprendeu nesse artigo. Porém, ser um consultor empresarial envolve muito estudo e preparação, pois é um cargo com altíssima responsabilidade, onde se mexe com as estruturas de uma organização!

Pensando em te proporcionar uma ótima opção de carreira, a Voitto está lançando o curso de Formação de Consultores em Gestão, onde você vai aprender tudo que precisa saber para desenvolver um projeto de consultoria empresarial de alto nível!

Desde planejamento estratégico, até posicionamento de mercado, dentre inúmeros conteúdos, você irá ser ensinado por consultores de alto nível que compartilharão suas experiências através das aulas e de uma apostila completa!

Para você já ir tendo uma ideia do curso, estamos disponibilizando gratuitamente o curso de Fundamentos Essenciais para Consultores, onde você vai aprender tudo sobre a base para uma consultoria de sucesso! E mais, esse curso ainda gera certificado!

Está esperando o que? Clique agora e se inscreva já!