A blockchain surgiu como tecnologia para suportar o Bitcoin em 2018. Desde então, por causa do potencial da tecnologia, algumas iniciativas surgiram para tornar a blockchain aplicável em outras áreas além das criptomoedas. A R3 é uma dessas iniciativas.

A R3 não só objetiva tangibilizar a blockchain, como também criou sua própria cadeia de blocos, conhecida como Corda.

Quer entender mais sobre isso? Então siga a leitura, porque nesse artigo você encontrará:

  • O que é R3?
  • Como funciona a blockchain Corda?
  • Como operar a blockchain da R3?
  • Cases de negócios e produtos da R3;
  • R3 e os bancos brasileiros.

Prepare-se para descobrir mais sobre o incrível mundo cripto. Vamos lá!

 

O que é R3?

 

R3 é um consórcio de bancos e de empresas. Um consórcio é uma associação entre companhias para o desenvolvimento de um empreendimento, projeto ou ação de interesse comum.

As empresas participantes desse consórcio são: Intel, Mastercard, MarcoPolo, Microsoft, JP Morgan entre outras.

Qual o interesse das empresas associadas ao R3?

Simples. Implantar as tecnologias blockchains como ferramentas na transformação digital de corporações do setor industrial e instituições financeiras.

Para isso, o consórcio R3 criou a blockchain Corda e você descobrirá mais detalhes sobre ela no tópico seguinte. Vai lá!

 

Como funciona a blockchain Corda?

 

A blockchain Corda já começa diferente das outras blockchains como o Bitcoin e a Ethereum no protocolo de consenso.

É comum dizer que essas cadeias de blocos possuem gossip protocols (protocolos fofoqueiros). Isso significa que as transações que acontecem no Bitcoin, por exemplo, passam de nó a nó para serem avaliadas e validadas.

Já na blockchain Corda, o mecanismo de consenso é o need-to-know protocol (protocolo precisa-saber), ou seja, a transação é direcionada para nós específicos e previamente qualificados.

Entenda o Bitcoin e a Corda como blockchains pública e privada respectivamente.

Outra diferença são os contratos inteligentes da Corda. O lema da Ethereum “code is law”, que significa que programas de computador conseguem plenamente ser executores das leis, não é válido para a cadeia de blocos da R3.

Você entendeu direito. Na Ethereum, os contratos entre duas partes são programas que executam leis automaticamente. Eles são criados por meio da linguagem Solidity, uma linguagem derivada de JavaScript, C++ e Python.

Você tem interesse em aprender a programar para conseguir desenvolver projetos de diferentes tipos? Então confira nosso curso de fundamentos essenciais para Python e aprenda como utilizar essa linguagem para resolver problemas do dia a dia!

É só clicar no botão abaixo e inscrever-se!

Curso de Python

Na blockchain Corda, os contratos podem ser ser constituídos de duas partes: o código do contrato inteligente, semelhantemente aos contratos da Ethereum, e a legal prose (prosa legal) que é um documento como os contratos tradicionais que são armazenados juntamente com os códigos do smart contract.

O comitê que valida esses contratos é chamado de Notary Service ou Serviço de Cartório, que possui uma janela de tempo para certificar cada tipo de transação.

Mas por que a Corda funciona dessa forma?

Tanto o protocolo need-to-know quanto a customização objetivam aumentar a velocidade de transação dentro da rede peer-to-peer e tornar os contratos inteligentes mais similares aos tradicionais, facilitando a implantação da tecnologia.

Se você quiser, é possível ver o funcionamento dessa cadeia de blocos na prática e entender esses conceitos em operação. Quer saber como? No próximo tópico, você descobre.

 

Como operar a blockchain Corda?

 

A blockchain da R3 possui uma versão open source disponível no GitHub a qual você pode instalar e realizar algumas ações com base nos tutoriais disponíveis.

Ou você também pode acessar os serviços Amazon Web Service (AWS) ou Microsoft Azure.

Ao conhecer a Corda em um nível mais profundo, você será capaz de verificar as soluções que a R3 já desenvolveu e estão disponíveis no mercado. Vamos descobrir que soluções são essas? Então siga a leitura!

 

Iniciativas desenvolvidas pela R3

 

O consórcio R3 desenvolveu a Corda para poder criar soluções utilizando blockchain (BaaS) para que as empresas pudessem implantar a tecnologia em seus negócios.

As principais soluções desenvolvidas até o momento são:

 

Corda Enterprise

O Corda Enterprise é um software com a solução para o mundo corporativo no que diz respeito ao registro de informações em banco de dados e a integração com servidores SQL e blockchain.

 

Loan-IQ

O Loan-IQ é uma iniciativa da Finastra, uma dos associadas ao R3. O objetivo do Loan-IQ é facilitar a união entre bancos e clientes, tornando mais simples o processo de empréstimos.

 

Tradewind

Já o Tradewind é a plataforma construída para gerenciar a logística de mineração, a compra e a venda de ouro. Esse software foi criado por meio do serviço de cloud da AWS e tem tornando mais claro o mercado do ouro.

Os serviços da R3 já estão chegando até aqui no Brasil. Veja mais no tópico seguinte!

 

R3 e os bancos brasileiros

 

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) firmaram parceria com o consórcio R3, com o propósito de desenvolverem um sistema de blockchain para relações comerciais no exterior e para o mercado dos seguros.

A parceria conta com a participação de bancos tradicionais como Bradesco, Banco do Brasil, J.P Morgan, Itaú e Caixa Econômica Federal e da empresa de tecnologia IBM.

De acordo com Joaquim Kavakama, Superintendente Geral da CIP, é possível que haja uma interoperabilidade entre a Corda e Hyperledger Fabric, da IBM. Segundo Kavakama:

Com o Corda R3 ampliamos as opções para os participantes da RBSFN, fornecendo opções de plataformas adequadas a cada modelo de negócio e caso de uso. Futuramente forneceremos a interoperabilidade entre plataformas. Acreditamos que será uma parceria de sucesso e que agregará muito valor ao sistema financeiro.

 

Agora, uma dica para você!

 

No artigo, você descobriu o que é a iniciativa R3, conheceu a tecnologia blockchain Corda e viu as soluções que as empresas do consórcio estão utilizando. Percebeu como as organizações estão caminhando em direção a uma transformação tecnológica e digital?

Se você quiser uma vaga no mundo corporativo, você precisa se aperfeiçoar nas principais ferramentas que são utilizadas pelas empresas. Uma delas é o Power BI: o software desenvolvido pela Microsoft para análises de negócios.

Que tal aprender essa ferramenta no nosso curso de introdução ao Power BI? Nele você conhecerá a interface do programa, como analisar dados e criar relatórios para tomada de decisão assertiva.

Se eu fosse você, não perderia essa oportunidade. Já ia clicando no botão abaixo e fazendo minha inscrição. Vai perder?

curso de Power BI