Você sabia que em nosso país existem mais de 24 milhões de profissionais autônomos, segundo o IBGE? Sabia também que o trabalho autônomo é o 2º tipo de ocupação com maior força de trabalho, perdendo apenas para os profissionais com carteira assinada? 

Esses dados mostram nada mais do que a realidade sobre as condições atuais de trabalho e como as relações entre o mercado vem alterando as formas de contratação e a formação de mão de obra.  

Por essa razão, esse artigo traz alguns tópicos importantes com o objetivo de esclarecer as principais características sobre o trabalho autônomo e as características dos profissionais independentes. Confira!

  • O que é o trabalho autônomo?
  • Quem é o profissional autônomo?
  • Quais as diferenças entre o profissional autônomo, o profissional liberal e o MEI?
  • 9 tipos de trabalhos autônomos;
  • Vantagens do trabalho autônomo;
  • Desvantagens do trabalho autônomo;
  • Tributos e contribuições para o profissional autônomo;
  • 5 dicas para ter sucesso no trabalho autônomo;
  • Comece a sua carreira como consultor!

 

O que é o trabalho autônomo?

 

O trabalho autônomo é definido como qualquer atividade exercida por profissionais de forma liberal, sem vínculo empregatício.

Além disso, o trabalho autônomo não exige nenhum tipo de certificação e possibilita que o trabalhador preste serviços para outras pessoas e empresas, tendo autonomia para tomar todas as decisões relacionadas ao seu sustento.

O trabalho autônomo aumentou no Brasil nos últimos anos, entre os motivos vale destacar o empreendedorismo por necessidade, motivado pela perda de emprego e mercado de trabalho cada mais competitivo.

 

Quem é o profissional autônomo?

 

Profissional autônomo
 

O profissional autônomo é aquele que não possui vínculo empregatício com nenhuma empresa. Desse modo, ele poderá trabalhar por conta própria, sem exercer o cargo de um funcionário permanente. 

Por isso, em determinados casos, dependendo do tipo de trabalho, o profissional autônomo pode realizar as suas atividades de casa, por meio do Home Office.

Inclusive, de acordo com a Lei Federal 8.212/91, o trabalhador autônomo é um prestador de serviços, estando apto a atuar tanto no ambiente urbano quanto no rural.

Essa prestação de serviços pode ser para uma ou mais empresas. Caso o profissional deseje e considere necessário, ele pode até mudar de carreira.

 

Quais as diferenças entre o profissional autônomo, o profissional liberal e o MEI?

 

As diferenças existentes entre o profissional autônomo, o profissional liberal e o microempreendedor individual nem sempre são bem divulgadas. No entanto, as distinções existem e é importante ficar a par delas.

Ao conhecer as particularidades de cada uma dessas categorias, se torna mais fácil entender as obrigações e os direitos que elas apresentam.

 

Características principais do trabalhador autônomo:

 

  • Não tem carteira assinada, ou seja, vínculo empregatício;
  • Podem trabalhar como pessoa jurídica ou física;
  • Não tem a obrigação de apresentar certificados e habilitações;
  • Prestam serviços para pessoas físicas ou jurídicas;
  • Contam com horários mais flexíveis;
  • Assumem as suas próprias falhas na realização de uma atividade;

 

Características principais do profissional liberal:

 

No caso dos profissionais liberais, eles correspondem a médicos, arquitetos, engenheiros, dentista, agrônomos, veterinários, entre outros profissionais. As características básicas do profissional liberal são:

  • Podem ter vínculo empregatício quando atuarem em empresas de terceiros;
  • São representados por sindicatos e conselhos;
  • Pagam tributos para exercer a profissão;

 

Características principais do MEI: 

 

  • Possuir apenas uma pessoa como dono (e esta pessoa não pode ser sócia ou administradora em outras empresas);
  • Ter no máximo um empregado, recebendo até 1 salário mínimo por mês ou o piso da categoria;
  • Apresentar um faturamento anual de até R$ 81.000,00;
  • Pagar o guia DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional)

 

Conheça 9 tipos de trabalhos autônomos

 

Quem pretende atuar como um profissional autônomo pode optar por várias modalidades. Confira algumas delas a seguir. 

 

1. Coach

 

Ele é um profissional que tem o intuito de orientar os seus clientes em vários aspectos cotidianos, tanto no âmbito profissional quanto pessoal. O líder coach auxilia o cliente a conhecer e a superar adversidades, estabelecendo objetivos e planos para atingi-los.

Suas áreas de atuação podem ser no ramo empresarial, de finanças, carreira, entre outros.

O coach se tornou um profissional bastante requisitado, tanto para suas orientações quanto para palestras.

Vale destacar que para conquistar credibilidade e clientes como coach, pode ser necessário a realização de cursos e capacitações na área de atuação.

 

2. Professor particular

 

Se você domina um determinado conhecimento sobre áreas de ensino como artes, matemática, língua portuguesa ou biologia, pode atuar como professor particular.

Há alternativas para quem quer trabalhar de forma autônoma dando aulas, ainda mais nos dias de hoje, em que é possível utilizar plataformas online para transmitir os seus conteúdos.

Contudo, é importante também investir em uma boa divulgação. Para isso, vale criar um site próprio e utilizar as redes sociais, por exemplo.  

 

3. Cuidador de pets

 

Para quem gosta de animais domésticos, como cães e gatos, se tornar um cuidador de pets é uma boa oportunidade de trabalho autônomo.

Os donos dos pets muitas vezes não tem onde e nem com quem deixar seus animais quando precisam viajar. Dessa forma, esse trabalho é requisitado deixando os donos aliviados e os pets com boas companhias. 

 

4. Consultor

 

O consultor é aquele profissional que domina amplamente um assunto de uma determinada área. Desse modo ele utiliza esse conhecimento para auxiliar outras pessoas ou empresas.

Atualmente os consultores atuam nas mais diversas áreas no mercado. Sendo assim, você pode ser consultor em um segmento que você demonstre ter muito conhecimento, tais como vendas, marketing, finanças, educação e a área jurídica. Quer saber mais sobre o trabalho do consultor? Então é só clicar na imagem abaixo e baixar grauitamente o Ebook Guia para Consultores de A a Z!

 

Ebook Guia para Consultores de A a Z

 

5 . Profissional de beleza ou estética

 

Esse é um segmento que tem bastante procura e, por isso, traz ótimas oportunidades para quem quer trabalhar como um profissional autônomo.

As atividades que disponibilizam mais chances nessa área são manicure, depilação, design de sobrancelhas e estética corporal.

No entanto, é importante buscar qualificação e aperfeiçoamento constante para fazer um trabalho bem feito e conquistar mais clientes. 

 

6 . Técnico de computadores

 

Em uma época em que desktops e notebooks se tornam nossas principais ferramentas de trabalho, é fundamental poder contar com profissionais aptos a efetuar consertos nesses equipamentos.

Além disso, sempre há alguém que necessita com urgência de assistência para consertar um computador, impressora ou outro dispositivo importante no dia a dia de escritórios e lares.

 

7. Designer Gráfico

 

Tanto empresas pequenas quanto as grandes necessitam de uma boa identidade visual para auxiliar nas estratégias de marketing. E é aí que um profissional autônomo que domina as ferramentas e os conceitos teóricos do design faz toda a diferença.

O designer gráfico planeja e elabora materiais que reforçam o engajamento e a identidade de uma marca no ponto de venda. E isso vale tanto para meios impressos como digitais.  

Para ser o profissional mais completo possível, é fundamental conhecer também recursos para criar o layout de sites e blogs.

 

8. Vendedor de doces e salgados

 

O ramo da gastronomia também traz ótimas oportunidades para quem quer ser trabalhador autônomo. 

Um exemplo é a venda de doces e salgados, pois essas iguarias são sempre solicitadas nos mais diversos eventos, desde aniversários até palestras.

Outra dica para que você ganhe dinheiro nessa área é investir também em um canal de vídeo que traz dicas sobre o assunto. Assim você pode monetizar esse seu espaço online ensinando técnicas e receitas.

 

9. Síndico profissional

 

Não são todos os condomínios que contam com um morador disposto a assumir o cargo e as responsabilidades de síndico. É nesse momento que surge a oportunidade de se profissionalizar nessa área.

Geralmente, o síndico profissional cuida do planejamento e das buscas por soluções para sanar problemas declarados pelos moradores. Além do mais, ele realiza visitas para fiscalizar o local e também conduz reuniões entre os condôminos.

 

Vantagens do trabalho autônomo

 

O trabalho autônomo apresenta uma série de benefícios. Confira alguns deles:

 

  • Estipular os seus próprios horários e prazos;
  • Ser o seu próprio chefe;
  • Não necessitar de certificações e credenciais;
  • Planejar a sua própria carreira;

 

Desvantagens do trabalho autônomo

 

Por outro lado, atuar como um profissional autônomo também tem as suas desvantagens, como, por exemplo:

 

  • Instabilidade financeira, pois não recebe um salário fixo;
  • Não ter benefícios que a CLT oferece, tais como férias e garantias como o seguro desemprego;
  • O isolamento, pois em alguns serviços o profissional atua sozinho;
  • Incerteza na carreira, pois nem sempre há uma grande demanda de serviços.

 

Tributos e contribuições para o profissional autônomo 

 

O profissional autônomo também deve efetuar o pagamento de alguns tributos e contribuições. São eles:

 

  • INSS (Instituto Nacional do Seguro Social): é o imposto pago para assegurar a aposentadoria. O valor que o profissional autônomo paga é calculado conforme o valor do recebimento.
  • ISS (Imposto Sobre Serviço): o ISS consiste em um tributo municipal e as regras sobre ele levam em conta o que as prefeituras definirem. A alíquota pode variar entre 2% e 5% dependendo do trabalho ou serviço realizado. 
  • RPA (Recibo de Pagamento Autônomo): esse documento comprova o pagamento feito a um profissional autônomo. É o mesmo que uma nota fiscal, só que emitida a um profissional que não possui CNPJ ou carteira assinada. 
  • IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte): corresponde ao valor que deve ser retido no momento do recolhimento

 

5 dicas para ter sucesso no trabalho autônomo

 

Apesar das vantagens, como a autonomia e a flexibilidade, é importante saber como conduzir a sua carreira como profissional autônomo. Sendo assim, para que você ganhe dinheiro nessa empreitada, confira essas 5 dicas essenciais. 

 

1. Adote um plano de negócios

 

O plano de negócios auxilia você a guiar a sua carreira de profissional autônomo. Por meio dele você estabelece objetivos, adota estratégias, determina prazos e mantém o foco onde você pretende chegar.

Estabeleça prazos realistas e metas alcançáveis levando em conta o seu perfil e o seu segmento de atuação. Desse modo, você terá mais confiança para saber onde direcionar o seu foco de trabalho.

 

2. Saiba vender o seu trabalho

 

Na maioria das vezes o trabalhador autônomo deve ir atrás dos clientes oferecendo os seus produtos ou serviços. Portanto, mostre como você pode ser a solução que esses potenciais clientes necessitam.

Saiba negociar a venda das suas habilidades e conhecimentos. Cobre um preço justo, determine prazos e mostre que o seu trabalho é de confiança.

 

3. Saiba onde divulgar os seus serviços

 

Para ter sucesso no trabalho autônomo você precisa entender onde estão os seus clientes e quais são os melhores canais de venda para o seu serviço.

Uma dica é investir em presença online, pois hoje em dia a internet é um dos primeiros locais onde as pessoas procuram por produtos e serviços. Portanto, utilize as redes sociais.

O Instagram, por exemplo, é um excelente canal para divulgar fotos de produtos e trabalhos. Já o LinkedIn é um meio propício para você ampliar a sua rede de contatos, encontrar parcerias e até mesmo iniciar projetos.

 

4. Mantenha o controle das finanças

 

O trabalho autônomo, ainda que tenha benefícios, também é marcado por incertezas. Nem sempre é possível contar com um salário fixo e em tempos de crise se torna difícil encontrar oportunidades.

Por essa razão, tenha um bom planejamento financeiro. Adote medidas de educação financeira, assim você evita gastos excessivos e sempre terá uma quantia de reserva, além de não acumular dívidas.

Para te ajudar nisso, baixe gratuitamente nosso KIT de Planilhas de Gestão Financeira! É só clicar na imagem abaixo.

 

Kit de Planilhas de Gestão Financeira

 

5. Continue se aperfeiçoando

 

Seja qual for a sua área de atuação, é fundamental buscar mais conhecimentos. Não se acomode, acompanhe as novidades do seu segmento, faça cursos e tenha sempre em mente que você deve ser o melhor profissional para atrair mais clientes.

 

Comece a sua carreira como consultor!

 

Uma das opções de carreira para o profissional autônomo é no ramo da consultoria empresarial. Esse tipo de serviço de consultoria é potencializado em momentos de crise, pois as empresas precisam de alguém que os auxilie a entender seus problemas e propor solução de maneira rápida e efetiva.

Então, se você está buscando uma qualificação para se tornar um consultor, você pode realizar nosso Curso Gratuito de Fundamentos Essenciais para Consultores! Dessa forma você vai estar dando seu primeiro passo para ter sucessos nos serviços de consultoria e conquistar mais clientes.

Para saber mais sobre o curso e começar agora mesmo, é só clicar no botão abaixo!

Curso Fundamentos Essenciais para Consultores