Você provavelmente já ouviu falar de simulação ou até mesmo já usou algum simulador, não é mesmo? Simular é tentar reformular um fato que aconteceu ou que acontecerá, geralmente, com o máximo de realidade possível.

O objetivo de uma simulação é: ter uma melhor compreensão de um evento ocorrido ou que ainda vai ocorrer.

No ramo administrativo não é diferente, tem-se a simulação empresarial, também conhecida como simulação gerencial, ou ainda jogos empresariais. Ela busca, de forma objetiva, recriar estratégias, procedimentos e comportamentos para auxiliar o processo de tomada de decisão.

Mas de onde vem toda essa história de simulações empresariais? Nesse artigo, vamos entender mais sobre simulação empresarial, qual a importância de sua utilização e alguns tipos de simulações.

 

De onde veio a simulação empresarial?

 

A simulação empresarial surgiu na China há muito tempo, por volta de 3000 a.C., com o nome de jogos de empresas. Mas foi somente em 1956 que surgiu o primeiro jogo de gestão mundialmente conhecido, o Top Management Decision Simulation.

 

 

Atualmente, o objetivo desses jogos é aprimorar conhecimentos de gestão através da simulação, trazendo para quem joga um ambiente prático de testes de conhecimentos e competências, incitando o pensamento crítico e o trabalho em equipe.

São usados como forma de apoio ao ensino da administração de empresas em cursos de graduação e pós graduação por ajudar no processo de aprendizagem através de uma simulação empresarial aplicada ao ensino.

 

Entendendo o conceito simulação empresarial

 

Em uma empresa, todas as modificações e iniciativas a serem implementadas trazem consequências para o negócio de maneira direta ou indireta, sendo elas positivas ou não.

Além disso, o ambiente empresarial é influenciado por diversos fatores, entre eles: competitividade, tendências de mercado, comportamento de consumidores e demandas. Esses aspectos tornam difícil o processo de tomada decisões.

Portanto, tomar decisões que estejam alinhadas com cada um dos fatores sem um planejamento prévio e testes é muito arriscado e pode custar caro para empresa. Mas como assim?

Por exemplo, na implementação de metodologias de melhoria. É preciso haver um pleno entendimento das modificações que elas podem causar na empresa para decidir quais métodos implementar e quais descartar.

Sendo assim, através da simulação empresarial, é possível criar estratégias para solução de situações específicas, de forma segura, por meio de testes. Portanto, essas simulações são indispensáveis para quem precisa avaliar as consequências de mudanças a aplicar em uma empresa.

Dessa maneira, pode-se tirar conclusões sobre metodologias que ainda não foram implementadas, conhecendo melhor os impactos que essas mudanças podem gerar, evitando imprevisibilidade nos resultados.

Esses resultados são avaliados pela equipe no final da simulação, e então, a partir deles, são tomadas decisões antes da modificação ser realizada, evitando consequências inesperadas, como gastos excessivos, erros ou retrabalhos.

 

Mas em que são baseadas as simulações empresariais?

 

Simulações empresariais são baseadas em modelos de operação que se aproximam ao máximo do ambiente que se deseja analisar. Dessa forma, é preciso uma descrição detalhada para que seja possível representar, de maneira confiável, esse modelo.

Essa descrição pode ser transformada em instruções e cálculos que são executados por um computador, através de algoritmos usando inteligência artificial, buscando determinar o desempenho do sistema ao longo do tempo.

A validação dos resultados das simulações depende do grau de conformidade entre a realidade e o modelo proposto. Logo, a tomada de decisões vai depender desse nível de concordância e também do grau de confiabilidade dos dados usados na descrição do modelo.

 

Qual a importância das simulações empresariais?

 

As simulações empresariais permitem uma melhor contextualização sobre a forma como as mudanças refletirão em toda a organização, pois ajuda a ver, como um todo, seus processos, projetos, falhas e resultados.

Portanto, elas auxiliam os gestores a tomar as melhores decisões possíveis acerca de um projeto ou processo a ser implementado, analisando alguns pontos chaves, sempre visando um impacto positivo na organização.

Os gestores aplicam as simulações empresariais nos pontos chaves para execução de um projeto novo ou em processos de melhoria:

 

  • Avaliação de risco: busca determinar quais são os principais riscos da implementação de novas medidas, avaliando se é possível aplicá-las com um retorno financeiro considerável;

  • Planejamento financeiro: complementa a avaliação de risco e quantifica todas as ações a serem implementadas no balanço patrimonial para evitar gastos excessivos;

  • Mapeamento dos processos: esquematiza as tarefas e passos necessários em uma forma de representação de fácil entendimento e visualização;

  • Previsão: analisa dados históricos da empresa buscando levantar informações para simulação de futuras situações, descobrindo e avaliando tendências.

 

A simulação permite que o gestor tenha uma capacidade de visão facilitada do crescimento esperado. Assim, caso alguma inconformidade seja identificada na avaliação de risco, é possível sua correção, evitando custo extra associado, impactando menos no financeiro da empresa.

 

As simulações empresariais no âmbito acadêmico

 

As simulações empresariais também têm grande importância no ramo acadêmico, sendo usadas para complementar o ensino e tornar mais dinâmico os cursos de administração.

Um dos principais benefícios do uso de ferramentas de simulação é proporcionar um clima cada vez mais motivador e facilitador na consolidação do processo de ensino em disciplinas, como a de gestão de pessoas, contabilidade gerencial e recursos humanos.

As teorias e os métodos junto a essas ferramentas estabelecem uma maior interatividade na resolução de problemas, o que permite uma melhor fixação de conteúdos por parte aluno e faz com que ele desenvolva melhor sua capacidade gerencial.

A simulação empresarial é essencial para construir uma relação forte entre teoria e prática, e funciona como um importante sistema de apoio à decisão (SAD) que busca melhor caminho para solucionar um problema.

 

carro virando a direita

 

Softwares de simulação empresarial

 

A utilização de softwares de simulação empresarial permite ao gestor entender os processos da organização de maneira muito clara e possibilita verificar, por meio de gráficos, o avanço do mesmo.

Os softwares permitem alteração de quaisquer fatores relevantes ao negócio. Ao rodar a simulação, é possível verificar quase que instantaneamente o impacto que essas alterações provocam.

Existem diversas opções de softwares comerciais, softwares esses que utilizam o mais avançado recurso de algoritmos da indústria 4.0, a inteligência artificial.

Esses algoritmos conseguem, a partir de uma base de dados de entrada, buscar de maneira acelerada uma aproximação ótima através das decisões tomadas, através do reconhecimento de padrões.

O uso de softwares simuladores é de extrema importância na aplicação de métodos ágeis, e de tomadas de decisão, e de garantia de melhores soluções possíveis.

 

Principais tipos de simulações ou jogos empresariais

 

As simulações podem ser realizadas de diversas maneiras; através de avaliações escritas, dinâmicas em grupo e até por meio de softwares em computadores como dito anteriormente. Segue alguns dos principais tipos de simulações:

 

  • Simulações funcionais: busca por melhoria de aspectos nos diversos setores funcionais, entre eles: o administrativo, de recursos humanos, o comercial ou de marketing e o financeiro. Capacita os gerentes a conhecer as principais ferramentas utilizadas em cada área.

  • Simulações de mercado: trata-se de uma simulação voltada para atender aos assuntos mais expressivos de um negócio, entre eles, clientes e a concorrência. Pesquisas de satisfação e avaliação de preços de concorrência, são alguns exemplos;

  • Simulações sistêmicas: voltadas para uma visão macro da estrutura organizacional, abordando diversas questões empresariais como acompanhamento do ambiente e análise de fatores internos e externos. É o mais influente no auxílio de tomadas de decisão por levantar uma análise geral do negócio.

 

Pronto para tomar suas decisões?

 

No mundo moderno, onde as informações viajam na rede em altíssimas velocidades e coisas novas surgem a todo momento, dificilmente a mesma decisão tomada para se resolver um problema será adequada para solução de outro.

As simulações empresariais funcionam como um programa de habilitação e aperfeiçoamento de técnicas e competências gerenciais para alunos de cursos de administração.

Mas também, elas permitem a realização de diversos diagnósticos e análises sobre os problemas a solucionar, bem como quais decisões tomar, buscando sempre oportunidades de melhorias.

Elas ainda estimulam a capacidade cognitiva do cérebro, pois permitem análises de diversos cenários e situações as quais nos possibilitam compreender um processo como um todo, de forma a tomar as melhores decisões possíveis.

Portanto, fica claro que existe a necessidade de ferramentas que não só auxiliem gestores em seu trabalho, mas também sejam capazes de formar novos profissionais aptos e qualificados para tomar decisões rápidas e precisas, necessárias para o mercado dinâmico atual.

 

Qualifique-se:

 

Depois de todas essa informações, acredito que você vai conseguir tomar as melhores decisões possíveis para ser um gestor de sucesso. Na Voitto, você vai encontrar o que precisa para identificar oportunidades de melhoria.

Que tal começar agora e GRATUITAMENTE o curso de Formação de White Belt em Lean Seis Sigma? Uma excelente oportunidade para aprender sobre uma das ferramentas mais usadas em gestão de empresas.

 

curso white belt

 

E aí, gostou desse artigo? Deixe seu comentário! Seu feedback é muito importe pra gente.