O PBL é uma metodologia criada em 1969 na Universidade McMaster, no Canadá, e adotada, paralelamente, na Universidade Maastricht, na Holanda. Já no Brasil, o PBL chegou na década de 90 e foi trazido pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA) e pela Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Quer saber do que se trata essa metodologia? Então confira o que você encontrará no texto:

  • O que é PBL?
  • Como funciona essa metodologia?
  • Vantagens da metodologia PBL
  • Em quais áreas o PBL pode ser aplicado?

Leia até o final deste artigo para descobrir como essa metodologia pode ser aplicada no seu desenvolvimento acadêmico e profissional.

 

O que é PBL?

 

A sigla PBL significa Problem Based Learning ou, em português, Aprendizagem Baseada em Problemas.

O PBL é uma metodologia ativa que tem como objetivo retirar o aluno ou o profissional da condição de receptores de informação e colocá-los como protagonistas no processo de aprendizagem, enquanto os professores e instrutores assumem o papel de orientadores.

No PBL, o aprendizado e o desenvolvimento de habilidades acontecem conforme as necessidades que surgem à medida que um problema precisa ser resolvido.

Uma dessas habilidades, por exemplo, é a comunicação e a oratória, haja vista que durante a construção do conhecimento, o aprendiz assume a função de transmissor de informação antes ocupada por um professor.

Você sente que precisa desenvolver sua oratória? Então aproveite para se inscrever no nosso curso de oratória e técnicas de apresentação. Nele você aprende a montar apresentações por meio do storytelling, aprende a criar um pitch poderoso e ainda como perceber tranquilo durante uma apresentação.

Gostou? Então não tem muito o que pensar, apenas clique no botão e inscreva-se agora mesmo!

Curso de oratória e técnicas de apresentação

Durante o PBL o aprendiz é o locutor da informação. Mas o que isso quer dizer? Isso está relacionado à maneira como essa metodologia funciona e é o que você verá no próximo tópico.

 

Como funciona essa metodologia?

 

A metodologia do Problem Based Learning PBL é estruturada da seguinte forma:

  • Definição;
  • Esclarecimento;
  • Desenvolvimento;
  • Análise; e
  • Alinhamento.

Essas são as etapas da metodologia. Entenda cada uma delas agora mesmo.

 

Definição

Os mentores estabelecem os objetivos de aprendizagem e definem os problemas baseados em situações reais.

Ao resolverem esses problemas, os aprendizes ganham habilidades além das que iriam adquirir em uma metodologia de ensino tradicional.

 

Esclarecimento

Em seguida, o mentor deve fazer uma breve apresentação explicando o objetivo do problema e trazendo informações sobre alguns termos técnicos que os aprendizes podem encontrar durante a elaboração da solução.

 

Desenvolvimento

Os aprendizes são incentivados ao trabalho em equipe e à utilização da criatividade enquanto buscam resolver soluções para o problema-alvo.

Durante esse processo, eles devem consultar materiais indicados pelo mentor, construir protótipos e utilizar qualquer meio que considerem válido para resolver o problema.

 

Análise

O mentor analisa a solução de cada grupo e fornece um feedback construtivo para ser utilizado como ponto de melhoria na solução seguinte.

 

Alinhamento

No final, todos os aprendizes são reunidos e o mentor alinha o conhecimento teórico que eles utilizaram para construir as soluções.

Confira a imagem abaixo com um resumo das etapas:

Sei que você quer um exemplo, então vamos lá!

Imagine que um professor peça para a você e sua turma se dividirem em grupos para desenvolver uma impressora 3D. Ele mostra alguns modelos e diz quais são as dimensões máximas de produtos que podem ser impressos.

Diante desse problema, provavelmente a primeira ação de você e seu grupo é pesquisar sobre o processo de construção dessa máquina.

Vocês encontrarão livros, vídeos de tutoriais e muitos trabalhos acadêmicos. Depois de tanta pesquisa, é possível definir a metodologia para desenvolver a máquina: dimensionamento da estrutura, mecanismos, motores, peças, materiais, fabricação e montagem.

Em seguida, vocês dividem as tarefas. Cada um estuda o suficiente para o projeto, vocês alinham as informações, tiram dúvidas com o orientador, constroem o conhecimento juntos e brigam quando alguém deixa de cumprir com as obrigações (resolver conflitos faz parte). No final...

Vocês conseguem entregar um protótipo que, apesar de algumas falhas, o projeto atende minimamente os requisitos iniciais. Depois de tudo, você lembra que a disciplina era do ciclo básico e que você foi muito além do esperado.

Essa é a principal vantagem do PBL: como protagonistas, os aprendizes podem aprofundar os conhecimentos de acordo com a capacidade deles.

Falando em vantagens, você verá outros benefícios essa metodologia a seguir. Fique ligado!

 

Vantagens da metodologia PBL

 

As principais vantagens da aprendizagem baseada em problemas são:

  • Ensino sobre como procurar informações;
  • Desenvolvimento de autonomia e protagonismo;
  • Formação de responsabilidade;
  • Desenvolvimento do senso de melhoria;
  • Estímulo à lógica;
  • Incentivo à capacidade de resolver problemas;
  • Desenvolvimento de criatividade e liderança;
  • Trabalhar em grupo e desenvolver comunicação;
  • Incentivo à adaptabilidade;
  • Incentivo à interdisciplinaridade;
  • Fortalecimento do conhecimento sobre ciências básicas;
  • Aproximação entre a teoria e a prática.

A cereja do bolo dessa lista de vantagens é saber que a metodologia PBL pode ser aplicada como ferramenta de treinamento de profissionais e da educação 4.0 na formação de alunos de diferentes áreas.

Quer ver como? Então siga para o próximo tópico e veja!

 

Aplicações da metodologia PBL

 

Conheça três áreas nas quais podemos aplicar o PBL:

 

Medicina e ciências da saúde

Muitas faculdades de medicina ao longo do país têm aplicado o PBL. Primeiramente, os alunos, divididos em grupos, analisam um caso clínico e apresentam para o orientador.

Em seguida, eles veem as teorias relacionadas ao caso avaliado. Por fim, com a teoria em mente e a familiaridade com o problema, eles são levados ao laboratório para aprimorar as análises. Esse processo acontece entre duas e três vezes por semana.

 

Engenharia

Na engenharia, a metodologia não é diferente, mas é comum o PBL ser traduzido como Project Based Learning (Aprendizagem Baseada em Projetos).

O aluno aprende enquanto desenvolve o protótipo de um projeto, como o exemplo da impressora 3D acima, lembra? Dessa forma, os alunos integram diferentes áreas para criar uma solução.

 

Na educação empreendedora

O PBL incentiva os aprendizes a terem proatividade e desenvolverem a capacidade de identificar oportunidades de criar soluções em diferentes áreas e setores da sociedade.

Isso lhe lembra algo? Estou falando do perfil empreendedor. As principais habilidades empreendedoras podem ser fomentadas com pessoas treinadas seguindo a aprendizagem baseada em problemas.

 

Por falar em educação empreendedora...

 

Você já teve uma ideia que daria um bom empreendimento, mas não soube como transformá-la em negócio?

Então agora é a hora de aprender a definir propósitos para suas ideias e soluções, aprender como fazer análise de mercado, como fazer lançamento de produtos e como controlar e gerenciar um negócio.

Sabe onde pode aprender isso tudo? No nosso curso de formação empreendedora! Se você acha que não pode empreender, vamos provar o contrário em apenas um clique! Aperte no botão abaixo, inscreva-se e veja!

Curso de formação empreendedora