Dando continuidade a nossa série sobre Engenharias, hoje vamos conhecer a Engenharia da Computação. No Brasil, a maior parte dos cursos de Engenharia da Computação apareceu como derivado da Engenharia Elétrica.

Porém, com muitos conhecimentos provenientes da Ciência da Computação e com uma área de atuação que começou a tomar grandes lugares na indústria, houve a separação entre Engenharia Elétrica e Engenharia da Computação.

Sendo assim, se você se interessa pela área, é preciso conhecer um pouco mais sobre esse curso e principalmente os salários que você pode encontrar no mercado. Vamos lá?

 

O que é Engenharia da Computação?

 

A Engenharia da Computação é um ramo da engenharia que abrange vários campos da Ciência da Computação e da Engenharia Eletrônica. O foco do engenheiro de computação é criação de desenvolvimento de hardware.

Nessa área, o foco não é apenas nos sistemas computacionais dos aparelhos, mas também na integração entre eles. Na sua formação, tem-se conhecimentos aprofundados em Engenharia Eletrônica, criação e integração hardware-software.

Para ingressar na Engenharia de Computação, é essencial o interesse pela tecnologia e sempre estar acompanhando os avanços científicos e tendências da área, que está em constante mudança.

 

Curso

 

As cargas horárias e nomenclaturas podem variar em cada instituição que oferece a formação em Engenharia de Computação. Porém, no geral, os dois primeiros dos cinco anos de curso, apresentam a formação básica comum, com disciplinas da Matemática, Física, Química e Computação.

Logo, começam as matérias mais específicas do curso, onde o graduando conhece realmente os focos do curso. Como eu disse, os nomes podem mudar de acordo com as universidades, mas no geral, temos algumas matérias como principais:

 

  • Estruturas Discretas para Computação

  • Sistemas de Controle I

  • Circuitos Eletrônicos

  • Sistemas Operacionais

  • Microcontroladores e Sistemas Embarcados

  • Redes de Computadores e Internet

  • Inteligência Artificial

  • Compiladores

 

Além disso, como a Engenharia também aborda a área de gestão dentro dos projetos de sistemas, também são oferecidas disciplinas de noções de economia e administração. E ainda, temos o estágio supervisionado e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

 

Ferramentas que auxiliam na Engenharia da Computação

 

Em um curso como a Engenharia da Computação, onde a tecnologia é tão presente, temos várias ferramentas que podem auxiliar tanto o graduando quanto o profissional em seus projetos.

Para você conhecer um pouco mais sobre elas, fiz uma lista com 4 dessas ferramentas. Assim, você pode começar a se familiarizar com as atividades desse curso de graduação e também com a profissão.

 

  • Bizagi: é um software que disponibiliza ferramentas para desenhar processos de negócio utilizando o padrão BPMN (Business Process Modeling Notation). Possibilita conhecer as melhores práticas e os erros frequentes na modelagem de processos, além de modelar, documentar e publicar os processos.

  • StarUML: esse software é capaz de modelar vários tipos de diagramas. Pode desenhar fluxogramas para que você possa visualizar todos os processos que ocorrem em uma sequência de tarefas, por exemplo.

  • MySQL Workbench: ferramenta de design de banco de dados visual. Ela integra o desenvolvimento SQL, administração, design de banco de dados, criação e manutenção em um único ambiente de desenvolvimento integrado para o sistema de banco de dados MySQL.

  • Astah Professional: realiza modelagem UML combinada com mapeamento mental, ERD, DFD, diagramas de requisitos, fluxograma, DFD, CRUD e muito mais. Astah Professional permite criar qualquer diagrama, gráfico ou ilustração.

 

Áreas de atuação da Engenharia de Computação

 

Sendo uma profissão do meio tecnológico, o campo de atuação da Engenharia da Computação é vasto. Hoje, temos nas empresas uma preocupação em utilizar ferramentas que otimizam a gestão dentro dos processos de sistemas de informação.

Nesse ponto, o engenheiro de computação pode atuar no planejamento e coordenação das atividades de comércio de equipamento e componentes na área da informática. Além disso, temos o gerenciamento das redes de computadores da empresa e suporte técnico das mesmas.

Nas linhas de produção, o profissional pode projetar e implementar sistemas digitais, robôs, sensores e outros componentes com a finalidade de controlar e automatizar as indústrias.

Como atuação de destaque da Engenharia de Computação, entra a criação e fabricação de hardwares, projetando computadores e periféricos. Aqui, tem-se uma preocupação com relação a como integrar todos esses componentes, já que a conexão deles é algo essencial para os processos atuais.

Por fim, apesar de não ser o principal foco dessa graduação, o engenheiro pode desenvolver softwares e aplicativos. Porém, as linguagens de programação mais utilizadas no curso (C e C++) são voltadas para programação de chips de computador.

 

Engenharia da Computação x Engenharia de Software

 

O foco dos engenheiros de computação, tendo um treinamento em Engenharia Eletrônica, design de software e integração de hardware e software, é o projeto de microcontroladores individuais, microprocessadores, computadores e projeto de circuitos, concentrando em sua integração com os demais.

Já a Engenharia de Software é voltada para o desenvolvimento, manutenção e criação de softwares, assim como especificar suas aplicações tecnológicas e práticas na gestão de projetos.

Além disso, o foco do profissional dessa área é garantir a qualidade e funcionalidade do software, oferecendo mecanismos que atendam as especificações requeridas pelo cliente.

 

Universidades são referência em Engenharia da Computação

 

Se você se interessou pelo curso, e deseja saber onde pode encontrá-lo, é interessante conhecer universidades validadas pelo Ministério da Educação (MEC).

O Mundo Vestibular disponibilizou uma classificação com as 8 melhores instituições referentes ao curso de Engenharia da Computação, levando em consideração os métodos de avaliação: Conceito do Curso (CC), Conceito Preliminar do Curso (CPC) e Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE).

 

 

Porém, se você já tem alguma instituição em mente e gostaria de ver qual a sua nota nesses quesitos, consulte o site e-MEC para maiores informações (no site, vá em Consulta Avançada para efetuar a pesquisa).

 

Salário

 

Finalmente, um dos pontos mais importantes do artigo, afinal, o salário influencia e muito na hora de escolher uma profissão. No Brasil, temos a Lei 4.950/A, de 22 de abril de 1966, que dispõe sobre salário mínimo dos profissionais de Engenharia no Brasil.

 

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos

  • Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos

  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

 

Porém, no mercado de trabalho, as empresas oferecem valores que podem variar muito umas das outras.

Como base, usei o blog Love Mondays como fonte dos valores, onde os profissionais formados apresentam seus salários e a empresa em que trabalham. Até o momento, a média mensal de um salário de engenheiro de computação é de R$7.419.

O blog também disponibiliza as faixas salariais, sendo que a maior delas compreende os valores de R$ 6.268,00 e R$ 8.372,00. Além disso, encontrei disponível alguns salários de grandes empresas do ramo:   

 

  • Google: R$ 12.600,00

  • Marinha do Brasil: R$ 10.100,00

  • Força Aérea Brasileira: R$ 8.824,00   

 

Com o crescimento do uso das tecnologias em diversos ramos da indústria e até em empresas de médio e pequeno porte, o mercado para a Engenharia de Computação é cada vez mais abrangente, principalmente nos grandes centros do país.

 

Entendeu tudo sobre a Engenharia da Computação?

 

 

Apesar de ser um caminho que exige muito esforço e dedicação, se tratando de um ramo que sofre avanços muito rápidos, a Engenharia da Computação deve estar no topo da sua lista se você se interessa por tecnologia.

Contudo, se você ainda apresenta dúvidas, procure mais informações sobre as áreas da engenharia. Existem diversas segmentações e cursos disponíveis, assim a escolha deve ser feita com cautela!

Para ajudá-lo nessa decisão, temos diversos artigos que podem ajudá-lo a compreender cada um dos cursos de engenharia:

 

 

E se você curtiu esse artigo, não deixe de nos dar um feedback com a sua opinião sobre a engenharia da computação!  

 

Dica Bônus

 

Essa é pra quem realmente já está pensando no futuro e já quer começar a se organizar! O curso de Introdução ao Excel vai iniciar a sua capacitação e te oferece ferramentas que podem te auxiliar a estruturar seu horário de estudo.

 

 

Assim, fica mais fácil para você se preparar e também para entrar com tudo no curso de engenharia que escolher!