Você sabe o que é a metodologia Lean Seis Sigma? Caso não saiba, ela é uma ferramenta muito importante da qualidade. Nela é feita junção do Lean Manufacturing (manufatura enxuta) com o Six Sigma.

Essa metodologia visa a criação de uma estratégia gerencial disciplinada, baseada em uma análise de dados confiável, com o objetivo de aumentar a lucratividade e a performance das empresas, através da melhoria da qualidade de produtos e serviços.

O Lean Seis Sigma foi implementado pela primeira vez no ano de 1987, na Motorola, porém, ganhou fama mundial com sua implementação na GE, através do CEO Jack Welch. Os números apresentados pela empresa impressionaram fazendo com que essa metodologia ganhasse fama mundial.

Para te mostrar a importância do Lean Seis Sigma no cenário econômico atual, separamos uma lista com 33 curiosidades que você precisa saber sobre essa metodologia. Continue aqui com a gente e confira!

Antes de iniciarmos, trago aqui para um você um material exclusivo, que tenho certeza que vai ser o primeiro passo para te diferenciar no mercado de trabalho.

Confira o nosso treinamento totalmente gratuito de White Belt, através dele você vai aprender sobre os conceitos básico do Seis Sigma, 10 ferramentas práticas, todas as etapas do método DMAIC e muito mais.

Clique no botão abaixo e não perca essa oportunidade!

 

Confira nosso treinamento gratuito de White Belt em Lean Seis Sigma!

 

33 curiosidades sobre o Lean Seis Sigma

 

1 - No Brasil, o salário médio de um Black Belt gira em torno de R$ 10.586/ mensal, podendo variar entre R$ 5.147 a R$ 21.282, de acordo com o site Love Mondays. Essa média foi obtida através de uma base de 7 salários postados por funcionários neste site;

2 - Dentre todos os níveis do Belt, o certificado Green Belt é o mais procurado, sendo que os perfis mais comuns que buscam essa certificação são analistas, engenheiros, supervisores e coordenadores;

3 - Segundo o recente diretor do Twitter, Dick Costolo, os tipos de habilidades para a resolução de problemas que você ganha através da metodologia Seis Sigma, seja em qualquer nível, White Belt, Yellow Belt, Green Belt, Black Belt ou Master Black Belt, são as habilidades que as empresas de ponta mais valorizam;

4 - O método Lean Seis Sigma não é capaz de promover sozinho as mudanças necessárias na sua empresa. Para que um projeto Seis Sigma seja completamente eficaz é necessário que todos os funcionários estejam completamente engajados com o trabalho proposto;

5 - Se você fizer algum curso sobre Lean Seis Sigma e não aplicar os conhecimentos adquiridos dentro de 60 dias, é muito provável que você esqueça tudo o que aprendeu. É muito importante que você coloque todo seu conhecimento em prática, a menos que queira desperdiçar tempo e dinheiro;

6 - Existem 5 características de um Black Belt de sucesso: pensar positivo, tomar decisões de risco, ser um ótimo comunicador, ser sempre respeitado pelos seus pares e ser um bom líder;

7 - Trabalhar em um projeto Green Belt é muito engrandecedor, tanto para os colaboradores quanto para as empresas. Através desses projetos é possível aumentar a compreensão dos processos, além de oferecer a oportunidade de conexões valiosas;

8 - Um processo ruim sempre vai superar a capacidade de trabalho de um bom funcionário. Os projetos Seis Sigma sempre têm o enfoque em melhorar a eficiência dos processos e não culpar os funcionários pelos problemas enfrentados;

9 -  As ferramentas mais básicas normalmente são as mais úteis. Antes de tomar qualquer medida, avalie bem a situação em que você se encontra. Muitas vezes a utilização de técnicas muito complexas tendem a tornar o processo muito mais árduo. Resumindo, não procure chifre em cabeça de cavalo;

10 -  Com a obtenção de uma certificação Seis Sigma você será capaz de gerenciar os fatos através de dados corretos. Segundo o ex-CEO da GE, Jack Welch, “ já que vamos gerenciar opiniões, eu preferiria que fossem as minhas”;

11 -  Você pode aplicar o Lean Seis Sigma em qualquer setor. Desde uma rede de lojas varejistas até uma concessionária de carros de luxo. Seja na fabricação ou no serviço;

12 - Você não precisa fazer doutorado em estatística para utilizar de forma eficiente a metodologia Six Sigma. Você precisa apenas de uma boa capacitação para saber distinguir quais serão as melhores ferramentas a serem utilizadas;

De capacitação nós da Voitto entendemos bem. Para te provar isso, trazemos aqui para você nosso treinamento Green Belt. Clique no botão abaixo e comprove!

 

Conheça nosso treinamento Green Belt em Lean Seis Sigma!

 

13 - Na grande maioria dos casos a certificação dada por uma organização externa possui mais reconhecimento do que treinamentos internos oferecidos pelas empresas;

14 - Antes de iniciar um treinamento Lean Seis Sigma é indicado, porém, não obrigatório, que você já tenha em mente um projeto de melhoria pré-definido para aplicar todos os conhecimentos adquiridos;

15 - A maioria dos projetos Lean Six Sigma utilizam técnicas abordadas nos cursos de Green Belt. Mas, é claro, se você obtiver uma certificação Black Belt você estará muito mais apto a resolver qualquer tipo de problema;

16 - Ter um Green Belt ou Black Belt te diferencia e muito em relação aos seus concorrentes no mercado de trabalho. Tanto para você que está em busca de um novo emprego quanto para você que está em busca de uma tão sonhada promoção salarial;

17 - Segundo a ASQ (American Society for Quality) um profissional Seis Sigma ganha em média 12% a mais que outros profissionais do ramo. Isso é facilmente explicado pela escassez desse tipo de conhecimento entre os candidatos e pelo retorno que esses profissionais são capazes de trazer;

18 - Embora o conteúdo dos treinamentos possa variar, a estrutura do conteúdo é sempre a mesma, tendo como base o método DMAIC: Definir (define), Medir (measure), Analisar (analyze), Melhorar (improve) e Controlar (control);

19 - A prova de certificação feita pela ASQ para Green Belts e Black Belts é disponibilizada em português;

20 - O Seis Sigma é uma metodologia de melhoria contínua de processos. É um método que muitas vezes pode demandar tempo para trazer o retorno desejado. Por isso, é necessário trabalhar constantemente nele;

21 - Lean não significa, obrigatoriamente, que menos empregados são necessários. O que o Lean prega é que é preciso encontrar os desperdícios de uma empresa a fim de reduzir os custos operacionais. Os funcionários nunca são um desperdício, mas é importante corrigir os desperdícios ocasionados por um processo errado;

22 - No Brasil, a grande maioria das multinacionais utilizam o Lean Seis Sigma para o aumento da produtividade e a redução de custos;

23 - O ideal seria que todos os funcionários de uma empresa possuíssem um treinamento de White Belt. Com isso, os colaboradores seriam capazes de entender a importância do método e suas principais ferramentas: Pareto, Ishikawa, 5 porquês, Plano de ação;

24 - Através dos treinamentos Lean Seis Sigma, é possível entender por que as pessoas não gostam de variações do seu processo de trabalho. Na maioria esmagadora dos casos, as pessoas preferem processos previsíveis. Devido a isso, em qualquer projeto isso deve ser levado em consideração;

25 - O Green Belt mantém cerca de 20% a 30% do seu tempo destinado a projetos de melhoria contínua, enquanto um especialista Black Belt, habitualmente, dedica 100% de seu tempo a implementar projetos de melhoria;

26 - O Lean Seis Sigma pode ser utilizado independentemente do tamanho da empresa. A única diferença é a escala dos projetos aplicados;

27 - A norma ISO 18404:2015 estabelece toda lista de competências necessárias para se tornar um Green Belt, um Black Belt ou um prático em Lean;

28 -  Os Green Belts não precisam saber detalhadamente como cada uma das ferramentas do Lean Seis Sigma funcionam, mas, é essencial que eles entendam completamente a função de cada uma dessas ferramentas e como elas irão o ajudar na implementação de projetos de melhoria;

29 - A formação que aborda a prática do Kaizen (melhoria contínua) é chamada de líderes Kaizen ou Orange Belt;

30 - Não é possível aplicar um projeto Lean Seis Sigma se não houver sustentação e apoio da alta diretoria da empresa. Os diretores devem disponibilizar recursos, definir temas de projetos estratégicos e avaliar de forma crítica os resultados obtidos;

31 - O Six Sigma é muito aplicado no mundo dos esportes. Ele auxilia atletas e treinadores de alto desempenho na melhoria do rendimento. No golfe, por exemplo, pode-se analisar o desempenho de um atleta para diferentes distâncias e determinar em quais áreas ele necessita maior treinamento;

32 - O Lean Seis Sigma é muito utilizado no processo de vendas, pois através dele é possível adotar medidas que visam o aumento da satisfação do cliente. Através dessas medidas, o consumidor irá criar uma relação de confiança com sua empresa e muito provavelmente retornará;

33 - É possível aplicar o Lean Seis Sigma no ambiente familiar. Sim, é isso mesmo. Sabe por quê? Devido à redução dos custos. Muitas famílias enfrentam sérios problemas devido às dívidas. Aplicar um projeto de redução de gastos com certeza irá melhorar e muito o nível de felicidade dos membros da família.

 

Dica Bônus

 

Agora que você já está por dentro de todas as curiosidades do Lean Seis Sigma, chegou o momento de investir no aprendizado dessa metodologia tão importante.

Nós da Voitto, como empresa referência no ensino do Lean Seis Sigma, não poderíamos deixar de te ajudar!

Confira o nosso pacote de especialista Master Black Belt. Através dele você irá se diferenciar do restante do mercado de trabalho e estará apto a gerenciar qualquer projeto de melhoria de forma exemplar.

Não perca essa oportunidade, clique no botão abaixo e aproveite!

 

 

Ah, e como de costume, não esqueça de deixar seus comentários, eles são muito importantes para que possamos fazer um conteúdo de boa qualidade.