As transformações nos ambientes organizacionais exigem lideranças emocionalmente inteligentes, capacitadas para assumir os novos desafios e incertezas inerentes ao mundo VUCA.

Tendo em vista este contexto, a inteligência emocional é uma habilidade necessária para um bom líder. Ter controle emocional e estimular o gerenciamento das emoções em seus liderados é de suma importância para um ambiente de trabalho saudável.

Ao longo deste artigo, vamos conversar um pouco sobre:

  • O que é liderança emocional?
  • Os 6 tipos de liderança emocional;
  • 5 características de uma liderança emocional;
  • Como se tornar um líder emocional?

Uma frase bem clichê para motivar a leitura:

“Liderança não é um dom, mas sim uma habilidade como qualquer outra que pode ser aprendida e ensinada.”

 

O que é liderança emocional?

 

Liderança emocional é a liderança que se baseia nos pilares da inteligência emocional e os utiliza tanto para o benefício próprio, para conhecer e gerenciar as próprias emoções, quanto a aplica no seu relacionamento com os seus liderados, praticando a empatia, por exemplo. 

Um bom líder é aquele que conhece e sabe administrar as suas emoções e, tendo conhecimento destas, sabe o impacto que elas podem causar em seus liderados, caso sejam mal geridas.

O líder emocional é aquele capaz de potencializar as características positivas de toda a sua equipe.

Os líderes desempenham um papel emocional muito importante dentro de uma organização. Ele é responsável por encaminhar as emoções de seus liderados para um caminho positivo, incentivando-os nos momentos necessários.

No ambiente corporativo, os profissionais são expostos a diversos fatores que podem gerar estresse, frustrações, sobrecarga e uma série de emoções negativas. Tudo isso pode gerar uma queda de produtividade e motivação na equipe, além da alta tendência ao home office, gerando também a necessidade de uma boa gestão de equipes à distância.

E, quando isso acontece, tanto os funcionários quanto a empresa perde. Por isso, é importante se utilizar de práticas como a pesquisa de clima da sua organização.

Para te auxiliar, separamos para você a nossa Planilha GRATUITA de Pesquisa de Clima Organizacional.

Basta clicar no banner abaixo e garantir a sua!

Planilha de Pesquisa de Clima Organizacional
 

Existem 6 tipos de liderança emocional. Vamos conhecer quais são elas e suas características?

 

Os 6 tipos de liderança emocional

 

O conceito de liderança emocional foi criado por Daniel Goleman, Richard Boyatzis e Annie Mckee em seu livro Primal Leadership. 

Um bom líder conhece e domina cada um dos tipos de liderança emocional e sabe o momento certo de aplicar cada um deles.

Cada tipo possui as suas características particulares, porém todos são baseados na compreensão das emoções daqueles que estão ao seu redor.

Segundo os autores, os estilos de liderança emocional são:

 

1. Autoritário 

 

A conotação de autoritarismo pode parecer ruim, porém, nesse contexto, esse tipo de liderança auxilia no alcance de metas e objetivos difíceis, ajudando a equipe competente e motivada a atingir resultados. Ele pode ter um efeito negativo, caso utilizado da maneira incorreta.

 

2. Coch ou instrutor

 

É o estilo de líder que se preocupa em alinhar os objetivos das pessoas com os da organização. Isso auxilia o colaborador a ser mais eficiente.

 

3. Maternal ou afetivo

 

O estilo afetivo é aquele que cria um ambiente harmônico dentro da organização. Isso auxilia na resolução de conflitos, motiva a equipe em momentos difíceis e melhora o relacionamento entre as pessoas.

 

4. Democrático

 

O estilo democrático valoriza a contribuição de cada integrante da equipe e é apropriado em momentos que necessitam de consenso.

 

5. Visionário

 

O líder visionário compartilha as suas visões e os seus sonhos com as demais pessoas da equipe. Sua atitude proporciona um efeito muito positivo e é essencial para momentos de mudanças que exigem uma perspectiva nova com orientações claras, típicas de uma gestão transparente.

 

6. Direcionador

 

O líder direcionador é capaz de dar instruções claras em situações de emergência. O seu autocontrole é capaz de passar segurança para os demais membros da equipe.

 

Vamos conhecer agora as características de um líder emocional?

 

5 características de uma liderança emocional

 

Um líder emocional possui características relacionadas a sua inteligência emocional, sendo elas:

 

1. Autoconhecimento

 

O líder, que possui o seu autoconhecimento desenvolvido, tem certeza sobre as suas habilidades, o que dá segurança a ele e aos seus liderados em relação à tomada de decisão

Quando temos uma boa relação com o nosso eu conseguimos, com maior facilidade, construir relações saudáveis com as pessoas.

 

2. Autocontrole

 

O autocontrole é uma habilidade muito importante para um líder, pois ela o auxilia em situações de conflito.

Assim, ele consegue analisar a situção vivenciada e a responder de maneira assertiva.

Essa soft skill também é importante em momentos em que são necessários assumir a responsabilidade pelos seus atos. Um líder também comete erros e ele precisa assumir e não culpar a equipe.

 

3. Motivação

 

Como manter uma equipe motivada se o próprio líder não possui brilho nos olhos pelo que faz?

É preciso ser resiliente e exercitar a adaptabilidade para alinhar os seus objetivos com o seu trabalho e não permitir que os obstáculos que aparecem no dia a dia afetem a produtividade da equipe.

 

4. Empatia

 

Ser empático não é apenas se colocar no lugar do outro, mas sim ouvir a sua equipe de modo a ajudá-los no seu desenvolvimento.

Sabemos que uma organização é composta por pessoas e pessoas são movidas pelas emoções. Assim, é necessário estar disposto a conversar com a sua equipe, colocar em prática técnicas como o feedforward e o feedback para entender as particularidades de cada membro.

 

5. Habilidades sociais

 

Para ser um bom líder, é importânte exercitar a inteligência social. Isso o ajuda a gerir conflitos, ter uma comunicação assertiva e a construir relações saudáveis e duradouras.

 

Agora que já sabemos as características de uma liderança emocional está na hora de dar o primeiro passo para colocá-la em prática. Não é mesmo?


 

Como se tornar um líder emocional?

 

Ao longo deste artigo, aprendemos sobre o que é a liderança emocional e vimos que ela afeta a organização e os membros dela.

Ser um líder é uma tarefa muito importante, que exige dedicação, conhecimento e uma boa comunicação.

Para te auxiliar nessa tarefa veja o que separamos para você: o nosso Curso de Oratória.

Ao longo do curso, são ensinadas técnicas que te auxiliam a transmitir mensagens de forma clara e efetiva, a utilizar a comunicação verbal e não verbal a seu favor, além de preparar você para se apresentar para diferentes tipos de público.

Para saber mais e se inscrever, clique no botão abaixo e comece a se capacitar agora mesmo!

Curso de Oratória e Técnicas de Apresentação